Radar Sanitário | Foco de fasciolose em boitel na região Sul

CONFIRA o que está no 'Radar Sanitário' em junho; coluna do médico veterinário e professor Enrico Ortolani trata das rotinas no manejo dos rebanhos de corte

Continue depois da publicidade

Por Enrico Ortolani – Professor titular de Clínica de Ruminantes da FMVZ-USP (ortolani@usp.br)

FOCO DE FASCIOLOSE EM BOITEL NA REGIÃO SUL


Em um lote de bovinos engordados num boitel, de um estado da região Sul, cujo proprietário pediu para não ser divulgado, foram encontrados no abate, em cerca de duas dezenas deles, a presença no fígado de grande quantidade de vermes adultos de Fasciola hepática.

Todos os fígados positivos foram condenados para o consumo. Coincidentemente, todos os animais positivos eram de uma única propriedade, criados na própria região do confinamento.

Segundo um técnico do boitel, os bovinos parasitados tiveram um ganho de peso bem abaixo da média, tendo que ficar mais dias no confinamento para atingirem o peso mínimo de abate.

Além disso, a cobertura de gordura e o enchimento da carcaça desse lote estava aquém do desejado. Estudos indicam que essa parasitose, além de diminuir o ganho de peso, interfere na conversão alimentar e na deposição de proteína na musculatura, gerando carcaças mais leves.

Praticamente, pode-se afirmar que essa boiada não contraiu a doença no confinamento, já apresentando a parasitose na sua entrada no centro da engorda.

Quando do encontro no matadouro os bovinos já tinham parasitas adultos indicando que estavam com um quadro crônico da doença. Estudo demonstraram que o parasita adulto pode permanecer no fígado acima de 20 semanas.

A F. hepatica além de sugar sangue, o que pode provocar anemia, causa um estrago no fígado e contribuí para a perda de proteína pela bile (fel). Casos muito graves de perda de proteína levam ao aparecimento de inchaço na região baixo da mandíbula, que não foi o caso dos bovinos desse surto.

Para o surgimento de fasciolose num rebanho são necessárias algumas condições, entre elas a presença de pastagens em banhados, onde se desenvolvem certos caramujos do gênero Lymnaea (espécies viatrix ou columella). A Fascíola para fechar seu ciclo deve passar uma etapa de sua vida dentro do caramujo.

Vermes adultos copulam no fígado, eliminam os ovos pela bile e vão para os intestinos, sendo eliminados nas fezes. As larvas (miracídeos) saem dos ovos e penetram no caramujo, tornam-se maiores e se maturam; saem do caramujo e ficam na água ou nos capins esperando ser engolidas pelos bovinos, perfuram os intestinos e chegam ao fígado onde se tornam adultas; veja o ciclo completo no esquema abaixo.

A recomendação técnica nesse caso foi o tratamento com vermífugo específico, na entrada do confinamento, de todos os animais daquela propriedade específica, que apresentava alto risco de fasciolose, sem necessidade de serem vermifugados os bovinos de outras fazendas indenes.

Fasciola hepatica adulta no fígado
Caramujo do gênero Lymnaea.
Ciclo de vida da Fasciola hepatica.
Bovino com inchaço debaixo da mandíbula.
Percentuais de fígados com f. Hepática nos estados.

FOCOS E SURTOS DE RAIVA, BRASIL AFORA

Nos seguintes municípios foram recentemente confirmados focos ou surtos de raiva bovina, requerendo vacinação rábica de todos os animais (acima de 17 dias de vida) dos rebanhos até 30 km no entorno.

Tomé-Açu, PA (Fonte: ADEPARÁ)

Os bovinos acometidos de raiva nesse foco, segundo a ADEPARÁ, tinham em torno de 4 meses de idade e tinham sido vacinados recentemente. Para que a vacina produza quantidades suficientes de anticorpos para proteger contra a raiva, em bovinos jovens, são necessárias duas vacinações intervaladas de 30 dias.

A frequência de raiva, em todo o Brasil é maior em bovinos com menos de 12 meses, que nos mais velhos. Por isso, recomendo que todo bezerro deva ser vacinado aos 2 e 3 meses de idade, repetindo-se a vacinação simples a cada ano.

Corumbaíba e Padre Bernardo, GO (Fonte: AGRODEFESA)

Está sendo estudada por este órgão o por que da ocorrência do foco de raiva em Padre Bernardo, que é município com alto risco para doença e que é obrigatória a vacinação; 119 municípios goianos se enquadram nessa obrigatoriedade de vacinação. Segundo a AGRODEFESA-GO, em caso de simulações comprovadas de vacinação o produtor é autuado e passa a ter a vacinação assistida por um fiscal. Nem pensar!

MATO GROSSO: Sinop, Cáceres, Santo Antonio de Leverger e Nobres.

SÃO PAULO: Quintana, Fartura, Aparecida e Socorro (Fonte: EDA).

PARANÁ: Londrina, Ortigueira, Guarapuava e Prudentópolis (Fonte: ADEPAR).

RIO GRANDE DO SUL: Alegrete, Cachoeira do Sul, Dom Feliciano, Gravataí, Itaqui, Itati, Jaguari, Jari, Lavras do Sul, Pedras Altas, Redentora, Rio Pardo e Santiago (Fonte: SEAPI).

PARÁ: São Felix do Xingú (Fonte: Adepará).

PARAÍBA: Areias, Alagoa Grande, Pilões e Guarabira (Fonte: UFCG- Patos).

MINAS GERAIS: Carmópolis de Minas, delfim Moreira, Natércia, Campos Gerais e Resplendor. Possivelmente também, Mantena, onde ocorreu o caso humano de raiva. (Fonte IMA).

SANTA CATARINA: Alfredo Wagner (Fonte: CIDASC)

 

Mande sua notícia da presença de focos ou surtos recentes dos mais variados tipos de doenças em gado de corte para o seguinte email: ortolani@usp.br

VEJA TAMBÉM
Surto de ‘Mio-Mio’ mata bovinos no extremo sul do RS

Hora de rever os cochos; veja fotos
Enterotoxemia em bovinos confinados em SP e na Bolívia
Confinamento de “seca”: prevenção da pneumonia
Morte por raiva de pecuarista em Minas Gerais

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

DBO, há mais de 40 anos acompanhando e contribuindo para uma pecuária cada vez mais moderna e eficiente.

Gostou? Compartilhe:
Mais conteúdo

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Raças

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Revista DBO

Destaques

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Cooperativas ‘abrem alas’ para o boi

Gigantes da agricultura e da produção leiteira começam a ver o gado de corte como importante parceiro de suas atividades-mãe e lançam programas específicos para pecuaristas.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.


Faça já sua assinatura digital da DBO


Leia todo o conteúdo da DBO a partir de R$16,90 por mês.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Vídeo

Os destaques no vídeo da Edição:

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Destaques do Dia

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Programas

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: