Pesquisadoras da Epamig apresentam dicas para uma melhor qualidade do leite

Estratégias envolvem boas práticas desde a ordenha até o processamento da matéria-prima e podem elevar a rentabilidade em propriedades leiteiras

Continue depois da publicidade

Minas Gerais é a maior bacia leiteira do Brasil. Segundo dados da mais recente Pesquisa Trimestral do Leite, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estado produziu cerca de 5,5 bilhões de litros de leite nos dois primeiros trimestres de 2023, o que representa 23,6% do total da produção nacional.

Para que a cadeia mantenha seus níveis de produtividade e rentabilidade, é essencial que os produtores estejam atentos às boas práticas que promovem uma melhor qualidade da matéria-prima em suas fazendas.


Nesse sentido, as pesquisadoras da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), Cristiane Ladeira, Karina Toledo e Jaqueline de Sá, listam algumas estratégias que devem ser adotadas por pecuaristas, a fim de alcançarem resultados mais qualitativos.

Como se mede a qualidade do leite? – A qualidade do leite fluido é estabelecida por meio da avaliação das características físico-químicas e sensoriais, por meio de parâmetros de baixa contagem de bactérias, baixa contagem de células somáticas (CCS), ausência de microrganismos patogênicos, de conservantes químicos, e de resíduos de antibióticos, pesticidas e outras drogas.

A composição do leite é determinada pelos teores de proteína, gordura, lactose, sais minerais e vitaminas.

VEJA TAMBÉM | Pecuária leiteira: fazenda do Ceará moderniza gestão para enfrentar os desafios da atividade

“Um leite com altos teores de proteína e gordura é vantajoso, pois proporciona um maior rendimento dos produtos lácteos”, explica Cristiane Ladeira. “Já a contagem das CCS está relacionada à presença de mastite subclínica no rebanho, então quanto menor o seu índice, melhor para a qualidade do leite. Isso também vale para a contagem de bactérias na matéria-prima, pois é um dado que remete à higiene na ordenha, no tanque de resfriamento e no processamento do leite”, completa.

Manejo nutricional promove aumento de rentabilidade – Diversos fatores influenciam a qualidade do leite, como alimentação, raça e saúde das vacas, além de fatores relacionados à obtenção, resfriamento e armazenagem do leite.

As pesquisadoras também destacam o manejo nutricional dos animais como importante para a rentabilidade das propriedades, pois, se bem feito, ele ocasiona um aumento na produção de sólidos do leite, o que eleva, consequentemente, a bonificação paga pela indústria ao produtor de leite.

“Vacas bem alimentadas, ou seja, que tenham a sua necessidade de nutrientes suprida para manter as atividades metabólicas e a produção de leite, terão maior produção de sólidos. O fornecimento de dietas balanceadas pode favorecer o aumento de proteína do leite, assim como o teor de gordura do leite pode ser favorecido com o fornecimento de fibras de alta qualidade, o que aumenta a remuneração paga pelos laticínios aos produtores”, argumenta a pesquisadora Karina Toledo.

Dicas para melhoria da qualidade do leite em propriedades rurais:

· prevenção e controle de doenças no rebanho (principalmente em relação a brucelose, tuberculose e mastite);

· procedimentos adequados durante a ordenha: realização do teste da caneca de fundo escuro para identificação dos casos de mastite clínica e teste CMT para detecção dos casos subclínicos;

· realização do pré-dipping, da secagem dos tetos com papel toalha descartável e do pós-dipping;

· manutenção e utilização correta do equipamento de ordenha (verificando a pressão de vácuo);

· limpeza e sanitização adequada dos equipamentos e utensílios de ordenha;

· utilização de água de qualidade bacteriológica nos procedimentos;

· implementação da linha de ordenha para que as vacas com mastite e recém paridas sejam ordenhadas por último;

· acondicionamento do leite em condições apropriadas do ponto de vista de higiene e temperatura;

· treinamento e capacitação de mão-de-obra com ênfase em boas práticas agropecuárias;

· contratação de assistência técnica para identificação de pontos que precisam ser melhorados e estabelecimento de medidas preventivas e corretivas dentro da realidade de cada rebanho.

Fonte: Ascom Epamig / Governo de MG

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

DBO, há mais de 40 anos acompanhando e contribuindo para uma pecuária cada vez mais moderna e eficiente.

Gostou? Compartilhe:
Mais conteúdo

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Raças

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Revista DBO

Destaques

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Cooperativas ‘abrem alas’ para o boi

Gigantes da agricultura e da produção leiteira começam a ver o gado de corte como importante parceiro de suas atividades-mãe e lançam programas específicos para pecuaristas.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.


Faça já sua assinatura digital da DBO


Leia todo o conteúdo da DBO a partir de R$16,90 por mês.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Vídeo

Os destaques no vídeo da Edição:

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Destaques do Dia

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Programas

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: