Megaleite 2023: lideranças cobram mudanças na importação de leite do Brasil

A Megaleite é considerada a maior exposição de pecuária leiteira da América Latina e vai até o dia 10 de junho

Continue depois da publicidade

Lideranças do setor pecuário cobraram nesta quarta-feira, 7 de junho, medidas contra as importações de leite do Brasil, que vêm crescendo nos últimos meses.

As reivindicações ocorreram durante a abertura oficial da 18ª Exposição Brasileira do Agronegócio do Leite (Megaleite 2023), no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte/MG.


Nos primeiros três meses de 2023, as importações somaram quase 523 milhões de litros em equivalente leite, quantidade três vezes maior que a adquirida no mesmo período do ano passado.

O secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Thales Fernandes, destacou que o setor precisa unir forças para impedir que os produtores brasileiros sejam prejudicados pela entrada de leite no país.

“Minas produz mais de nove bilhões de litros de leite e é o maior produtor do país. Temos a missão de ouvir os produtores rurais e, a partir dessas demandas, faremos um documento em conjunto com a OCEMG, OCB e FAEMG, que será entregue ao vice-presidente do Brasil, Geraldo Alckmin, pedindo providências contra essa importação desregrada que já colocou aqui praticamente 10% de nossa produção nacional. Os acordos bilaterais são importantes, mas também temos de proteger o produtor brasileiro”, enfatiza Fernandes.

SAIBA MAIS | Lácteos: CNA pede desoneração na nutrição de bovinos e política para importações

O presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, Domício Arruda, reforçou que também é momento de unir esforços para a implantação de políticas públicas voltadas para os pequenos e médios produtores. “Temos instituições de pesquisa e de transferência de tecnologia de extrema capacidade no Brasil. Precisamos conectar a ciência ao campo”, destaca Arruda.

O deputado federal Emidinho Madeira também pediu o fim das importações e enfatizou que é preciso dar condições aos produtores de produzirem mais e com qualidade.

Idealizador do programa Mais Genética, voltado para a melhoria dos pequenos rebanhos leiteiros e que faz parte das ações do governo de Minas, o parlamentar anunciou que o programa chega a 200 mil inseminações desde sua criação e até 2024 deve atingir a marca de 1 milhão de vacas inseminadas.

Durante a abertura da Megaleite, o governador Romeu Zema fez a inseminação da vaca de 200 mil, da raça Girolando, chamada Majestade Cambaúvas. Também foi feito o registro genealógico da fêmea Dama Ignition SLFB, também da raça Girolando; ambas são do programa Mais Genética.

Zema, que durante a abertura da Megaleite recebeu a homenagem Mérito Girolando, na categoria Personalidade Nacional, salientou a importância da agropecuária em Minas Gerais e reforçou o compromisso com o setor.

Fonte: Ascom Girolando

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

clima tempo

São Paulo - SP

max

Máx.

--

min

Min.

--

017-rain

--

Chuva

008-windy

--

Vento

Continue depois da publicidade

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Leilões em destaque

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Pular para o conteúdo