Japão abre mercado para extratos e carnes enlatadas bovina e suína do Brasil

O anúncio foi feito nesta terça-feira, 28, pelo secretário de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura e Pecuária, Roberto Perosa

Continue depois da publicidade

O governo federal comemora a abertura de seis novos mercados para o agronegócio brasileiro, sendo dois mercados para Colômbia e quatro para o Japão.

Com a Colômbia, foram abertos mercados para farinha e óleo de peixe destinados à alimentação animal provenientes do Brasil.


A certificação fitossanitária foi encaminhada ontem, dia 27, ao Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) pelo Instituto Agropecuário Colombiano (ICA).

O país andino é o terceiro maior mercado para farinha de origem animal exportada pelo Brasil. De acordo com o Departamento Administrativo Nacional de Estatística da Colômbia (DANE), em 2023, estima-se que 67% dos lares colombianos tenham ao menos um animal de estimação.

O Brasil é o principal exportador de farinha e óleo de peixe para a Colômbia, atingindo 60% do segmento pet food no país. Estima-se que, neste ano, os gastos com alimentos, brinquedos e roupas para animais de estimação na Colômbia cheguem a US$ 5 bilhões.

VEJA TAMBÉM | Paraguai abre mercado para exportação de sêmen e embriões caprinos e ovinos do Brasil

Já para o Japão, as aberturas são referentes às carnes enlatadas bovina e suína e de extratos de carne bovina e suína. Este mercado estava suspenso pelos japoneses há oito anos. Com as habitações, a expectativa é da plena retomada gradativa das exportações já em 2024.

Para o secretário, Roberto Perosa, os novos mercados não só implicam em renda e emprego, mas também em melhor qualidade de vida e no aprimoramento do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da população.

“Com essas novas aberturas de mercado, estamos capacitando o Brasil para uma revolução no campo. Nos próximos dez anos, o governo federal pretende estimular aos produtores para que produzam ainda mais, o que resultará em mais empregos, renda e um aumento na contribuição do agronegócio para o Produto Interno Bruto (PIB) nacional”, ressaltou.

Tais resultados são fruto do trabalho conjunto do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e do Ministério das Relações Exteriores (MRE).

SAIBA MAIS | República Dominicana abre mercado para as carnes suína e bovina do Brasil

Ao todo, desde o início de 2023, os produtos agropecuários brasileiros, com uma pauta diversificada das exportações, já conquistaram a abertura de 71 mercados nas Américas, Ásia, África, Oceania e Europa.

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Cadastre-se de gratuitamente na Newsletter DBO:


    Continue depois da publicidade

    Continue depois da publicidade

    Continue depois da publicidade

    clima tempo

    São Paulo - SP

    max

    Máx.

    --

    min

    Min.

    --

    017-rain

    --

    Chuva

    008-windy

    --

    Vento

    Continue depois da publicidade

    Continue depois da publicidade

    Colunas e Artigos

    Continue depois da publicidade

    Continue depois da publicidade

    Leilões em destaque

    Continue depois da publicidade

    Newsletter

    Newsletter

    Jornal de Leilões

    Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

    Continue depois da publicidade

    Vaca - 30 dias

    Boi Gordo - 30 dias

    Fonte: Scot Consultoria

    Vaca - 30 dias

    Boi Gordo - 30 dias

    Fonte: Scot Consultoria

    Continue depois da publicidade

    Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

    Encontre o que você procura:

    Pular para o conteúdo