Conteúdo Original

Revista DBO

Revista DBO | Consumo interno de carne bovina pode despertar do coma

A expectativa otimista leva em conta basicamente três fatores: redução na taxa de desemprego, eleições e Copa do Mundo.

Por Denis Cardoso

Mesmo com a inflação corroendo a renda dos brasileiros, analistas do setor pecuário acreditam que, a partir desta metade final do ano, a demanda doméstica pela carne bovina finalmente sairá do estado de dormência verificado nos últimos anos.

A expectativa otimista leva em conta basicamente três fatores que podem fazer com que as bandejas de carne vermelha retornem mais corriqueiramente aos carrinhos de compra da população brasileira, que sabidamente tem larga preferência pelas receitas que envolvem a proteína bovina, mas, nos últimos anos, especialmente em 2022, tem optado por alimentos mais baratos, como ovos, frango e cortes do suíno.

Os fatores de um possível aumento na demanda são: redução na taxa de desemprego, eleições e Copa do Mundo. Sobre o primeiro item, dados mais recentes divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que o indicador recuou para 9,8% no trimestre até maio de 2022, o menor nível para esse intervalo desde 2015 (quando a taxa no período foi de 8,3% e a economia brasileira amargava forte recessão).

VEJA TAMBÉM | Nos últimos 20 anos, exportações de carne bovina ‘bombaram’ no 2º semestre

O segundo fator, talvez mais preponderante dentre os citados pelos analistas, é a injeção gigantesca de dinheiro na economia por conta das eleições, em outubro próximo. O fundo eleitoral aprovado é de R$ 4,9 bilhões, o que significa avanço de 188% em relação ao total de verbas disponíveis para a campanha de 2018.

De alguma maneira, parte desse dinheiro do “fundão” chegará aos bolsos de trabalhadores envolvidos com as campanhas dos candidatos. “No caso das classes com rendas mais baixa, qualquer ‘graninha’ extra, mesmo em ano de inflação forte, pode ser um estímulo para ele voltar a comer carne bovina”, afirma a analista Lygia Pimentel, CEO da consultoria Agrifatto (SP), que acrescenta: “O brasileiro está com saudade da carne vermelha”.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Faça já sua assinatura digital da DBO

Leia todo o conteúdo da DBO a partir de R$ 12,70 por mês.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Já tem uma assinatura DBO?
Entre na sua conta e acesse a Revista Digital:

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.
Gostou? Compartilhe:
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram
WhatsApp
Email
Destaques na última edição
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Vídeo

Os destaques no vídeo da Edição:

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Continue depois da publicidade

Destaques no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Pular para o conteúdo