Os biológicos estão chegando por aí

Em artigo, Hélio Casale explica que a agricultura sustentável só tem a ganhar com o uso dos produtos sem químicas

Continue depois da publicidade

Foto: Myriams-Fotos/Pixabay

Diz um velho ditado popular que “toda solução nasce sob pressão”. Na nossa agricultura atual, os defensivos estão cada dia mais seletivos, mais específicos, mais caros. Já os produtores, estão recebendo preços próximos do custo de produção e atentos para redução de custos, sem perder o foco na sustentabilidade, que nada mais é que emprego de práticas que sustentam o produtor.

Os produtos, chamados de biológicos estão cada vez mais popularizado, e podem ser encontrados nas mais diversas regiões. Mas o que é um biológico? São produtos que contém microrganismos vivos.


Para que serve um biológico?

Simplesmente para promover um equilíbrio biológico de todo o sistema, desde as raízes à ponta dos ramos da copa. Na agricultura atual, a busca por elevadas produtividades é uma constante e como consequência lógica ocorrem distorções. Em alguns casos pontuais, os biológicos são empregados para um controle específico de alguma doença, de algum desequilíbrio nutricional, como por exemplo, as bactérias solubilizadoras de fosfato ou fungos que controlam população de insetos.

Como e quanto se usa?

Tais produtos geralmente devem ser diluídos em água para ativação que ocorre em dois a três dias. As melhores condições para se obter a maior eficácia é aplicar em dias ou horas de elevada umidade do ar e baixa radiação solar, ou seja, fugindo das horas mais quentes do dia. Por outro lado, em dias com temperatura baixa, os resultados também são comprometidos.

Geralmente, emprega-se de 2 a 3 litros por hectare, sendo em doses iguais, no solo, como se fosse herbicida, na entrada das águas e as foliares a cada 30-40 dias.

A maior eficácia dos biológicos é medida pela capacidade dos microrganismos nele contidos de se estabelecerem e se multiplicarem no ambiente onde foram aplicados. Com isso, técnicas de manejo do solo menos agressivas, com a produção de material vegetal recobrindo o solo, contribuem diretamente para eficácia do produto.

O que é um bom biológico?

É um produto composto por uma mistura de microrganismos benéficos selecionados por pesquisadores de entidades oficiais e particulares. Coletar material nas áreas próximas de onde está a própria lavoura é uma medida interessante. Um bom biológico contém mais de 50.000 microrganismos diferentes estabilizados em um único produto. Isso se consegue com pesquisa, dedicação, visão.

Os biológicos têm ação específica sobre vários patógenos, promovendo equilíbrio na sanidade do sistema como um todo. A natureza, por sua vez, seleciona os microrganismos conforme cada situação. Não é milagre, é uma opção, fruto de conhecimento ligado com a natureza, sem deformá–la, nem agredi-la.
Os biológicos, portanto, vieram para ficar.

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

clima tempo

São Paulo - SP

max

Máx.

--

min

Min.

--

017-rain

--

Chuva

008-windy

--

Vento

Continue depois da publicidade

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Leilões em destaque

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Continue depois da publicidade

Programas

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: