Semana marcada pela continuidade do embargo chinês e pelas boas notícias vindas do México

Na maioria das regiões do País, os preços da arroba permaneceram firmes ao longo desta semana, com registros até de pequenos avanços em algumas praças

Continue depois da publicidade

Nas praças pecuárias brasileiras, grande parte das indústrias frigoríficas aguarda o posicionamento das autoridades chinesas para retomar as compras de carne brasileira, informam as consultorias que acompanham diariamente o setor.

Com isso, na maioria das regiões do País, os preços da arroba permaneceram firmes ao longo desta semana, com registros até de pequenos avanços em algumas praças.


No interior paulista, de acordo com apuração da Scot Consultoria, o boi gordo fechou a sexta-feira (10/3) valendo R$ 277/@, enquanto a vaca e a novilha gordas foram negociadas por R$ 260/@ e R$ 270/@, respectivamente (preços brutos e a prazo).

Na avaliação da engenheira agrônoma Jéssica Olivier, analista da Scot, o mercado ainda aguarda o fim do autoembargo para a China, mas os preços da arroba já têm reagido positivamente algumas praças. Ela cita como exemplo algumas regiões situadas nos Estados do Tocantins, Mato Grosso do Sul e Paraná.

“Podemos ver preços firmes nos próximos dias, a depender da situação das escalas de abate dos frigoríficos”, relata Jéssica.

A analista destaca a notícia que circulou no mercado pecuário no último dia 6 de março, quando o México publicou os requisitos zoosanitários para comprar carne bovina proveniente do Brasil.

“Nem só de notícia ruim vive a exportação”, destaca ela, referindo-se ao atual problema comercial entre Brasil e China, devido ao registro de um caso atípico de “vaca louca” no Pará.

Em relação ao México, são 34 plantas frigoríficas que estão habilitadas para comprar a proteína brasileira, porém, diz Jéssica, ainda é necessário a realização de vistorias para que os negócios comecem a ser efetuados e a produção seja iniciada.

SAIBA MAIS

México amplia abertura do mercado para a carne suína brasileira

México divulga requisitos sanitários e Estados do Brasil que podem exportar carne bovina

OUÇA 🎧 | Rússia suspende importação de carne bovina do Pará; Hyberville Neto comenta

Ainda sobre o mercado do boi gordo, segundo a S&P Global, apesar de escalas de abate estarem mais curtas, as indústrias frigoríficas operaram com maior cautela nas compras de boiada gorda no mercado físico.

“O menor ritmo de aquisição de animais por parte dos frigoríficos visa oferecer alguma resistência às altas acumuladas nos preços da arroba bovina”, ressalta S&P Global.

Segundo a consultoria, demanda doméstica pela carne bovina ainda é muito inconsistente e tal fato, somado ao imbróglio comercial com a China, coloca em marcha lenta as perspectivas de demanda pela proteína, retirando grande parte do apetite comprador dos frigoríficos – pelo menos até a retomada das exportações ao gigante asiático.

Com isso, prevê a S&P Global, os preços da arroba devem continuaram sustentados aos atuais patamares, sobretudo nas regiões onde a oferta é apertada e as condições de pastagem são favoráveis para permitir aos pecuaristas reter animais e, com isso, barganhar melhores preços.

VEJA TAMBÉM | IBGE: deflação de carnes pode ser efeito da suspensão de exportações à China

Na outra ponta da cadeia – Como esperado, segunda a Scot Consultoria, o varejo e o atacado apresentaram melhores escoamentos nos primeiros dias de março (período de maior poder aquisitivo da população, devido ao pagamento dos salários), porém não suficientes para sustentar os preços dos cortes bovinos, já que ainda há grande oferta de carne em razão da maior distribuição no mercado interno (diante da impossibilidade de venda para a China).

Cotações máximas de machos e fêmeas nesta sexta-feira, 10/3
(Fonte: S&P Global)

SP-Noroeste:

boi a R$ 276/@ (prazo)
vaca a R$ 258/@ (prazo)

MS-Dourados:

boi a R$ 264/@ (à vista)
vaca a R$ 254/@ (à vista)

MS-C.Grande:

boi a R$ 266/@ (prazo)
vaca a R$ 246/@ (prazo)

MT-Cáceres:

boi a R$ 236/@ (prazo)
vaca a R$ 221/@ (prazo)

MT-Cuiabá:

boi a R$ 236/@ (à vista)
vaca a R$ 217/@ (à vista)

MT-Colíder:

boi a R$ 234/@ (à vista)
vaca a R$ 216/@ (à vista)

GO-Goiânia:

boi a R$ 246/@ (prazo)
vaca R$ 231/@ (prazo)

GO-Sul:

boi a R$ 246/@ (prazo)
vaca a R$ 231/@ (prazo)

PR-Maringá:

boi a R$ 271/@ (à vista)
vaca a R$ 246/@ (à vista)

MG-Triângulo:

boi a R$ 261/@ (prazo)
vaca a R$ 251/@ (prazo)

MG-B.H.:

boi a R$ 241/@ (prazo)
vaca a R$ 227/@ (prazo)

BA-F. Santana:

boi a R$ 246/@ (à vista)
vaca a R$ 236/@ (à vista)

RS-Fronteira:

boi a R$ 276/@ (à vista)
vaca a R$ 246/@ (prazo)

PA-Marabá:

boi a R$ 219/@ (prazo)
vaca a R$ 209/@ (prazo)

PA-Redenção:

boi a R$ 224/@ (prazo)
vaca a R$ 214/@ (prazo)

PA-Paragominas:

boi a R$ 246/@ (prazo)
vaca a R$ 227/@ (prazo)

TO-Araguaína:

boi a R$ 227/@ (prazo)
vaca a R$ 207/@ (prazo)

RO-Cacoal:

boi a R$ 222/@ (à vista)
vaca a R$ 202/@ (à vista)

MA-Açailândia:

boi a R$ 231/@ (à vista)
vaca a R$ 212/@ (à vista)

 


Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.
DBO, há mais de 40 anos acompanhando e contribuindo para uma pecuária cada vez mais moderna e eficiente.
Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

clima tempo

São Paulo - SP

max

Máx.

--

min

Min.

--

017-rain

--

Chuva

008-windy

--

Vento

Continue depois da publicidade

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Leilões em destaque

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Continue depois da publicidade

Programas

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: