OUÇA 🎧 | Seis ações para diminuir prejuízos na desmama

Manejos simples e alguma reacomodação dos piquetes reduz o estresse do período de desmama, minimizando perdas de desempenho e até acidentes

Continue depois da publicidade

Todos os anos, a bovinocultura de corte do centro-sudeste do Brasil passa por um período crítico nos meses entre julho e setembro, basicamente. Falamos de uma fase da vida comum aos mamíferos que é a desmama, quando mães e crias são separadas para seguir a vida de forma independente.

Mas por que esse momento natural gera tanto prejuízo, dentro de um processo economicamente produtivo?


Segundo a médica veterinária Janaína Braga, sócia-fundadora da BE.Animal, é impossível chegar a uma propriedade e não perceber que ela está sob “desmama abrupta”.

A médica veterinária Janaína Braga, sócia-fundadora da BE.Animal (Foto: Arquivo pessoal)

OUÇA 🎧 os comentários de Janaína Braga

Nesse manejo, por vários dias, mães e filhos perambulam de um lado a outro de seus piquetes ou invernadas, estressados, sem ingerir o volume de alimentos necessário e, até mesmo, descansando e ruminando por tempo insuficiente. Claro, haverá perda de desempenho.

Como ambas as categorias animais envolvidas estão sob forte estresse, a imunidade natural cairá, colocando-os à mercê de diversos problemas de sanidade, além de riscos de acidentes, como o transpassamento de cercas ou saltos sobre obstáculos, ou ainda intercorrências com a própria equipe de colaboradores, responsáveis por acompanhar esses animais diuturnamente.

Então, para o pecuarista que faz contas, a pergunta é: como minimizar essa fonte de estresse (prejuízo)?

1. Na ação de desmamar as crias – realizar a apartação das mães – não fazer outros manejos. Não se deve vacinar, vermifugar, identificar e nem transportar os animais, pois isso tudo já é fonte de estresse, que ficará potencializado, aumentando risco de acidentes e doenças oportunistas (pneumonia e diarreia). Tudo deve ser feito pelo menos com sete dias de antecedência.

2. Se a desmama abrupta é o problema, obviamente o correto é realizá-la de forma paulatina. O método “lado a lado” tem como grande benefício permitir o contato visual, auditivo, olfativo e, em alguns casos, até físico, entre mães e crias, ainda durante um tempo. Basta que uma cerca ou duas separadas por corredor, separem as duas partes.

Obs.: Com o passar dos dias, elas se acostumam com a ausência mútua e tendem a voltar às suas respectivas rotinas mais rapidamente. Nos primeiros dias é mais difícil, mas logo todos retomam a autoconfiança, afinal não estão tão distantes. Para realizar esse manejo, basta planejamento e autoconvencimento.

3. A recomendação para realizar esse manejo é simples. Após as ações de curral (vacinação, vermifugação e identificação), vacas e bezerros devem permanecer juntos por pelo menos três dias, tempo suficiente para as crias se localizarem em novo pasto, entendendo onde estão os recursos e se recuperarem do estresse. Após esse período, as mães devem ser levadas para um piquete vizinho, separado por cerca ou cercas com um corredor de intervalo.

4. Após essa separação, por três a cinco dias, as matrizes podem ser removidas para outra pastagem, o mesmo acontecendo para os bezerros, passados pelo menos mais três dias. Atenção para um detalhe importante: caso as áreas disponíveis não sejam o suficiente para alimentar os bezerros com efetividade, a “desmama lado a lado” deve ser realizada, garantindo reserva de piquetes para o procedimento. A garantia de forragem deve ser prioridade.

5. Atenção para as cercas!

6. Um detalhe importante para o sucesso dessa desmama, além da gestão de cercas, é o posicionamento dos bebedouros. Nos primeiros dias, os bezerros tendem a permanecer mais próximos das cercas; logo, se não houver água nas proximidades, eles ficaram por horas e até dias com sede, o que pode abalar a imunidade, saúde e, consequentemente, desempenho.

OUÇA MAIS 🎧

Seis alvos de atenção para sobreviver ao ciclo de baixa da pecuária

Colocando o ‘boi-China’ no seu devido lugar

Pecuária de corte: principais erros cometidos na seca começaram nas águas

Se vai terminar, fique atento às fontes de proteína na sua região

Confinando no menor intervalo de tempo possível

Sete passos para a promoção do melhoramento animal

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

DBO, há mais de 40 anos acompanhando e contribuindo para uma pecuária cada vez mais moderna e eficiente.

Gostou? Compartilhe:
Mais conteúdo

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Raças

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Revista DBO

Destaques

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Cooperativas ‘abrem alas’ para o boi

Gigantes da agricultura e da produção leiteira começam a ver o gado de corte como importante parceiro de suas atividades-mãe e lançam programas específicos para pecuaristas.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.


Faça já sua assinatura digital da DBO


Leia todo o conteúdo da DBO a partir de R$16,90 por mês.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Vídeo

Os destaques no vídeo da Edição:

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Destaques do Dia

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Programas

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: