Boi gordo: indústrias em primeira marcha

Frigoríficos brasileiros mantêm-se afastados das negociações e escalas de abate permanecem na casa de 10 dias úteis

Continue depois da publicidade

Na terceira semana de fevereiro de 2024, o mercado do boi gordo apresentou uma dinâmica de estagnação nos preços, relata a S&P Global Commodity Insights.

“O mercado segue apresentando um ritmo moderado, marcado por uma atividade de compra reduzida por parte das indústrias”, reforça a S&P Global.

Segundo a consultoria, os frigoríficos possuem escalas de abate confortáveis, o que ocorre em paralelo a uma demanda doméstica enfraquecida pela carne bovina.


Nesse contexto, a S&P Global realça a tendência de uma oferta excedente de boi gordo, mantendo a pressão baixista sobre os preços da arroba, movimento que têm sido observado desde o início do ano.

VEJA TAMBÉM | Produção brasileira de carne bovina bateu recorde em 2023

Clima – Nas praças monitoradas pela Global, os relatos são de tempos mais fechados e chuva normalizada, melhorando as condições dos pastos.

Segundo o Inmet, para o início de março, espera-se chuvas acima de 50 mm nas regiões Norte, Nordeste e Sul. Para as regiões Centro-Oeste e Sudeste, a previsão é de menores acumulados de chuva.

“Embora os preços do boi gordo estejam atualmente presos em uma fase lateral de oscilação, a pressão baixista persistente sugere uma tendência de queda subjacente”, observa a Global.

Na avaliação da consultoria, os preços enfraquecidos devem persistir pelo restante do mês, influenciados pela diminuição do poder de compra dos consumidores na reta final do período e pelos impactos tradicionais da Quaresma no consumo de carne.

Mercado Pecuário | Melhora nos preços do boi gordo e do bezerro deve ocorrer só no 2º semestre

“Esses fatores devem contribuir para a continuidade da redução nas operações de aquisição e negociações por parte dos frigoríficos”, ressalta a S&P Global.

No mercado atacadista de carne bovina, a semana terminou com uma notável fragilidade na demanda e reposição.

“As ofertas no atacado permanecem elevadas, enquanto a demanda da indústria é limitada, resultando em uma lentidão e um excesso de oferta ao longo da cadeia produtiva”.

Preços dos animais terminados apurados pela Agrifatto na quinta-feira (22/2):

São Paulo — O “boi comum” vale R$225,00 a arroba. O “boi China”, R$245,00. Média de R$235,00. Vaca a R$210,00. Novilha a R$225,00. Escalas de abates de dez dias;

Minas Gerais — O “boi comum” vale R$205,00 a arroba. O “boi China”, R$225,00. Média de R$215,00. Vaca a R$200,00. Novilha a R$210,00. Escalas de abate de dez dias;

Mato Grosso do Sul — O “boi comum” vale R$220,00 a arroba. O “boi China”, R$230,00. Média de R$225,00. Vaca a R$205,00. Novilha a R$210,00. Escalas de abate de dez dias;

Mato Grosso — O “boi comum” vale R$205,00 a arroba. O “boi China”, R$215,00. Média de R$210,00. Vaca a R$190,00. Novilha a R$195,00. Escalas de abate de nove dias;

Tocantins — O “boi comum” vale R$210,00 a arroba. O “boi China”, R$220,00. Média de R$215,00. Vaca a R$190,00. Novilha a R$195,00. Escalas de abate de oito dias;

Pará — O “boi comum” vale R$205,00 a arroba. O “boi China”, R$215,00. Média de R$210,00. Vaca a R$190,00. Novilha a R$195,00. Escalas de abate de dez dias;

Goiás — O “boi comum” vale R$205,00 a arroba. O “boi China/Europa”, R$225,00. Média de R$215,00. Vaca a R$200,00. Novilha a R$210,00. Escalas de abate de doze dias;

Rondônia — O boi vale R$200,00 a arroba. Vaca a R$185,00. Novilha a R$190,00. Escalas de abate de onze dias;

Maranhão — O boi vale R$205,00 por arroba. Vaca a R$190,00. Novilha a R$195,00. Escalas de abate de doze dias;

Paraná — O boi vale R$225,00 por arroba. Vaca a R$205,00. Novilha a R$210,00. Escalas de abate de nove dias.

 

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

clima tempo

São Paulo - SP

max

Máx.

--

min

Min.

--

017-rain

--

Chuva

008-windy

--

Vento

Continue depois da publicidade

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Leilões em destaque

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Continue depois da publicidade

Programas

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: