Biosseguridade é fator de lucro na atividade leiteira

Além de alcançar alto nível de tecnificação e sustentabilidade, um plano bem aplicado eleva a qualidade e o valor agregado no leite

Continue depois da publicidade

O setor de Grandes Animais da Boehringer Ingelheim realizou nessa quarta-feira, 17/10, uma coletiva de imprensa online para debater e trazer novidades sobre a importância da biosseguridade em fazendas de leite.

Os bons resultados alcançam toda a cadeia produtiva. Trata-se de um reforço para o Selo Biosseguridade Certificada (CBS), lançado em 2022, em parceria com a Embrapa Gado de Leite. O serviço confere mais garantias em relação à segurança alimentar das pessoas envolvidas na produção e consumo do leite e derivados.


Bases e vantagens do plano – Tudo isso por meio da adoção de um grande número de protocolos que asseguram a proteção e o controle da ocorrência de doenças nos rebanhos bovinos, além de promover o bem-estar dos animais e do ambiente, sob o conceito de saúde única.

Essa visão entende que não há saúde humana sem a saúde dos animais domésticos e do ambiente que dividem. São dependentes, relacionadas. Uma puxa a outra, alcançando sustentabilidade e, consequente prosperidade, principalmente econômica. Para se ter uma ideia, a poluição do Rio Paraopeba, pós o desastre de Brumadinho (MG), levou ao desenvolvimento de superbactérias.

VEJA TAMBÉM | Pesquisadoras da Epamig apresentam dicas para uma melhor qualidade do leite

A explicação é de Bruno Campos de Carvalho, pesquisador da Embrapa. Ele reforça o conceito de saúde pelos seguintes dados: 60% das doenças infecciosas humanas existentes são zoonóticas; e que pelo menos 75% das doenças infecciosas emergentes de humanos (inclusive Ebola, HIV e Influenza) são de origem animal.

Foto: Reprodução

Ele completa destacando que de cinco novas doenças que surgem em humanos, a cada ano, três são de origem animal. Para o especialista, esses já seriam motivos suficientes para justificar a busca por biossegurança na produção animal, em especial a leiteira.

As vantagens da adoção do plano de certificação em biosseguridade são muitas, ressaltando ganhos diretos como a redução e/ou erradicação de doenças na propriedade, a barragem na entrada de doenças, a diminuição dos gastos com medicamentos, a melhoria dos índices zootécnicos e a destinação adequadas e resíduos e degetos, por exemplo gerando energia e fertilizantes.

Já os indiretos, segundo o pesquisador, são, principalmente, a garantia de rotina de manejo e padronização de tarefas, o bem-estar no ambiente para pessoas e animais e uma melhor comunicação com o público consumidor. Tudo isso junto incrementa a rentabilidade do negócio.

O Plano de Bisseguridade se baseia em alguns pontos, tais como:

* Identificação dos índices sanitários relevantes (KPI’s)

* Análise de risco e Plano de Ações

* Estabelecimento de Zonas de Biosseguridade

* Sinalização e controle de aceso

* Barreiras físicas e químicas

* Práticas de manejo para diagnóstico, controle e tratamentos de animais doentes

* Gestão à vista dos Indicadores

Tudo isso pressupõe investimentos em qualificação e treinamento de mão de obra, uso de equipamentos de proteção individual (EPIs), sinalização por toda a fazenda e áreas de passagem, divisão de áreas por risco, além de procedimentos de higiene e assepsia para pessoas, animais, instalações e equipamentos.

Vale reforçar que Carvalho enfatiza a fixação de várias rotinas de manejo para os bovinos e os colaboradores, além de sistemas de monitoramento para identificação e correção de falhas. A adoção do plano de seguridade é um processo dinâmico, obedecendo um planejamento prévio para cada propriedade.

Biossegurança e lucratividade – Embora seja um processo exigente do ponto de vista técnico, os benefícios trazidos pelo conceito de biosseguridade são bastante palpáveis.

Na Fazenda Colorado, com sede em Araras (SP) e mais de 2,1 mil matrizes em lactação e modelo intensivo, “o incremento na produção e qualidade do leite trouxe grande alento só negócio”, conforme afirma Sergio Soriano, gestor e diretor.

Foto: Reprodução

No que diz respeito à secagem das vacas, em 2016, 100% delas necessitavam de antibióticos no processo. Atualmente, esse número é de apenas 52%. Já o número de casos de mastite tratados no mesmo período, em 2022 já não havia mais ocorrências, enquanto o número de vacas em lactação quase que dobrou.

Foto: Reprodução

Outra propriedade que serviu de base para a ratificação de procedimentos foi a Santa Luzia, em Passos (MG), como modelo de exploração a pasto e produção que chega aos 35 mil litros de leite dia. Maurício Coelho, seu titular, estima em quase 79% o uso de medicamentos no rebanho para anaplasma, babesia e pneumonia.

SAIBA MAIS | SC atinge a marca histórica de 3 mil propriedades certificadas livres de brucelose e tuberculose

Entre outros investimentos, a fazenda ganhou laboratório de sanidade para as bezerras: os piquetes de pastagem, sombreamento natural; e os colaboradores, escolinha de doma; entre outros benefícios ao sistema. A qualidade do leite evoluiu muito e a presença de células somáticas no produto, atualmente, está em 180 mil, menos da metade, já que era de 400 mil.

O fomento à certificação – O fomento à adoção de um plano de biosseguridade certificado contará com ações por parte da Boehringer Ingelheim. Segundo Rouber Silva e Eduardo Pires, executivos da empresa, “o programa é democrático, com acesso a quaisquer produtores, individualmente ou coletivamente, por meio de cooperativas e laticínios”.

A empresa está implanto um site com todas as informações necessárias, além de ferramentas para diagnóstico e cursos diversos para a formação de mão de obra. Por ocasião da entrevista coletiva, os palestrantes lembraram que o Brasil perdeu uma ótima oportunidade de exportação de láteos para o México, exatamente, porque o País não atendeu a exigência por biosseguridade da produção.

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

DBO, há mais de 40 anos acompanhando e contribuindo para uma pecuária cada vez mais moderna e eficiente.

Gostou? Compartilhe:
Mais conteúdo

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Raças

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Revista DBO

Destaques

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Cooperativas ‘abrem alas’ para o boi

Gigantes da agricultura e da produção leiteira começam a ver o gado de corte como importante parceiro de suas atividades-mãe e lançam programas específicos para pecuaristas.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.


Faça já sua assinatura digital da DBO


Leia todo o conteúdo da DBO a partir de R$16,90 por mês.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Vídeo

Os destaques no vídeo da Edição:

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Destaques do Dia

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Programas

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: