Na soja, quebra de safra não é mais feia que os preços

Levantamento abrangente da Agroconsult indica números mais positivos de volumes e produtividade, mas alerta para as cotações do grão.

Continue depois da publicidade

Em coletiva realizada em 27 de março, o Rally da Safra 2023/2024 reviu suas expectativas para cima, em um último fechamento. Apesar de estiagens localizadas, chuvas atrasadas e temperaturas muito acima das médias históricas, o monstro da quebra de safra na soja não será tão feio.

Segundo o levantamento da Agroconsult, empresa gerenciadora do certame, essa safra deverá fechar com produção de 156,5 milhões de toneladas. Em relação à safra 2022/2023 (162,4 milhões/t), a redução é de 3,6%. A produção do grão de 2023/2024 é a segunda maior da história.


 

Segundo André Debastiani, coordenador do Rally, a revisão positiva das expectativas se deve a um incremento da área de plantio de 753 mil hectares – obtidos por imagens de satélite – e da produtividade das lavouras implantadas mais tardiamente que receberam melhor volume de chuvas.

Produtividade também é revista

A Agroconsult ajustou também algumas produtividades. No Rio Grande do Sul, as chuvas do final de fevereiro foram benéficas e trouxeram bons resultados. Os técnicos avaliaram lavouras no estado e a estimativa de produtividade passou de 55 para 57,2 sacas por hectare.

Houve revisão positiva também em Minas Gerais, que, com a regularidade das chuvas, passou de 57 para 63,4 sacas por hectare. Goiás mão deixou por menos e saiu de 59 para 62,2 sacas/ha. No Mato Grosso, a produtividade foi alterada de 52,5 para 53,1/há, enquanto a Bahia, de 60 para 63,8 sacas/ha.

As revisões negativas ocorreram nas produtividades de São Paulo, de 55 para 48 sacas por hectare; Paraná, de 58 para 56,1 sacas por hectare; e no Mato Grosso do Sul, com redução de 57,5 para 51,2 sacas/ha.

Na batida do gongo

Maior área de plantio e produtividade respondem por mais 4,3 milhões de toneladas. A colheita está em fase final e não deverá prejudicar o plantio de milho safrinha que, mesmo assim, deverá contar com redução de 3,9% da área plantada, ficando em 16,3 milhões de hectares.

A produção de milho está estimada em 96,4 milhões de toneladas, com queda de 10,9% sobre 22/23. O Rally da Safra prosseguirá em maio e junho, com seis equipes avaliando as lavouras de milho 2ª safra. As áreas visitadas respondem por 97% da área de produção de soja e 72% da de milho.

Segundo os analistas presentes não faltarão grãos para exportações nem consumo interno, em especial para a produção animal. Ocorre que as cotações dos grãos estão baixas, favorecendo os negócios. Porém, as consequências do desestímulo são esperadas nas perspectivas para a safra 2024/2024.

VEJA TAMBÉM | Milho/Cepea: chuvas favorecem lavouras de 2ª safra; semeadura está na reta final

Olhando a round seguinte

Os preços da soja chegaram ao menor patamar em três anos e meio. Na bolsa de Chicago, as cotações (final de fevereiro) da soja já acumulam queda de 6% em 30 dias, de 11% no ano e de 25% em 12 meses. O milho vai na mesma linha, 8% em 30 dias, 13% no ano e 38% em 12 meses. Tudo se explica pela oferta e procura.

Com bases em números do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada Cepea/Esalq/USP), no Brasil, em um ano, a cotação da saca paga à vista caiu 19%, de R$ 153,07 para R$ 124,04 (28 de março). Na moeda estadunidense, de US$ 29,44 para US$ 24,76.

Para Ricardo França, Head de Agronegócio do Banco Santander, a instituição financeira está atenta e se planejando para os próximos meses. “Muito teremos de renegociar e, para a próxima safra, o crédito terá papel fundamental para o sucesso. Estamos abertos e preparando opções viáveis”, reforça.

Além do Santander, patrocinam esta 21ª edição do Rally, OCP Brasil, BASF, Credenz, Soytech, Biotrop, Serasa Experian e JDT Seguros. O levantamento percorreu, desde janeiro, 15 estados (MT, RO, GO, MG, MS, PR, SC, SP, RS, MA, PI, TO, BA, PA e DF) durante as fases de desenvolvimento das lavouras e colheita.

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

clima tempo

São Paulo - SP

max

Máx.

--

min

Min.

--

017-rain

--

Chuva

008-windy

--

Vento

Continue depois da publicidade

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Leilões em destaque

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Continue depois da publicidade

Programas

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: