As vacas de março

CONFIRA a análise do médico veterinário Hyberville Neto, consultor e diretor da HN AGRO, sobre as vacas e novilhas que devem chegar ao mercado em 2023

Continue depois da publicidade

Por Hyberville Neto – consultor e diretor da HN AGRO

Com o aumento da oferta de bezerros e a pressão sobre as cotações e resultados, a tendência é que mais fêmeas sejam enviadas para o gancho, como já foi observado em 2022. Falamos disso na última análise desta coluna (CONFIRA AQUI).

Hoje vamos tratar de quando essas vacas e novilhas devem chegar ao mercado.


Como as fêmeas são menos destinadas ao confinamento, sua oferta é mais relacionada à disponibilidade de pastagem que a de machos.

Com isso, se distribuirmos os abates de fêmeas ao longo do ano (média de 2011 a 2021), 53,6% das fêmeas foram abatidas até junho de cada ano, com 46,4% indo para o gancho no segundo semestre. Usamos o intervalo até 2021, pois é o último ano para o qual o IBGE possui dados fechados de abate até dezembro.

Com o mesmo raciocínio feito para machos, temos 46,2% do total anual abatido no primeiro semestre e 53,8% na segunda metade do ano.

Veja na figura 1 as distribuições médias dos abates entre o primeiro e o segundo semestre, por categoria.

 

Figura 1. Participação dos abates entre os semestres (% do abate anual da categoria). Obs.: machos = bois + novilhos / fêmeas = vacas + novilhas. Fonte: IBGE / HN AGRO

Perceba que, embora a primeira metade do ano seja conhecida como a safra, os abates do segundo semestre são maiores, na média (50,9%). Vacas e novilhas, mais concentradas na primeira metade do ano e os machos (bois e novilhos) na segunda.

Com isso, a redução da rentabilidade da cria e a maior abate de fêmeas em 2023 deve impactar mais a oferta do primeiro semestre, com destaque para março e maio, que são os meses de maior venda dessas categorias, em uma média histórica. Veja a figura 2.

Figura 2. Distribuição média dos abates de machos, fêmeas e geral. Obs.: considera o quando cada mês representa no abate anual da categoria, média entre 2011 e 2021. Fonte: IBGE / HN AGRO

Em marrom está a curva de abates de fêmeas, com o maior volume anual observado em março (9,4% do total anual), seguido por maio (9,1%). Em março, após os diagnósticos de gestação e alguns meses de pasto verde, aumenta o descarte.

Em maio, com a chegada da seca, ocorre mais um acréscimo da oferta de fêmeas, que se soma ao crescimento dos abates de machos. Os machos, no entanto, são mais frequentemente destinados a sistemas intensivos (confinamento e semi), que entram no período seco, por isso, seguem com oferta crescente, com o pico observado em outubro (9,5% do abate anual de machos).

Expectativas

Do lado da demanda, temos inúmeras questões relacionadas ao cenário fiscal, que pode impactar a inflação, juros e câmbio, que, por sua vez vão influenciar consumo doméstico e exportações.

Quanto ao aumento da oferta, frente a 2022, ele deve ser mais relevante no primeiro semestre, com as fêmeas.

Para o segundo semestre, a oferta será influenciada pela viabilidade do confinamento nos próximos meses. Isso será definido pelo patamar de preços dos grãos (no momento de olho na safra Argentina e no câmbio), além de preços da reposição e futuros.

Como estamos em um momento de chegada de mais oferta, talvez a reposição seja o ponto mais confortável da equação. Os preços futuros no primeiro semestre são um item de atenção, porque podem, frente à oferta maior nos próximos meses, afetar a projeção de resultados e, consequentemente, a intenção de confinamento. Vamos acompanhar.

Você gostou desta coluna? Tem alguma sugestão ou informação nova?  Por favor, me escreva no e-mail hyberville@hnagro.com.br.

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

DBO, há mais de 40 anos acompanhando e contribuindo para uma pecuária cada vez mais moderna e eficiente.

Gostou? Compartilhe:
Mais conteúdo

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Raças

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Revista DBO

Destaques

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Cooperativas ‘abrem alas’ para o boi

Gigantes da agricultura e da produção leiteira começam a ver o gado de corte como importante parceiro de suas atividades-mãe e lançam programas específicos para pecuaristas.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.


Faça já sua assinatura digital da DBO


Leia todo o conteúdo da DBO a partir de R$16,90 por mês.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Vídeo

Os destaques no vídeo da Edição:

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Destaques do Dia

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Programas

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: