Oferta limitada de leite pode elevar cotações em setembro

Captação de agosto não se recuperou como esperado e disputa das empresas por matéria-prima se intensificou

Continue depois da publicidade

Depois de registrar forte queda acumulada de 12,1% em julho e agosto, em termos reais (deflação pelo IPCA de agosto/19), os preços do leite recebidos por produtores podem reagir em setembro. 


Isso porque a captação de agosto não se recuperou conforme o esperado por agentes do setor e a disputa das empresas por matéria-prima se intensificou. 

Segundo o último fechamento do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, a “Média Brasil” líquida¹ de agosto, referente à captação de julho, fechou a R$ 1,3466/litro, recuo de 4,25% frente ao mês anterior (ou de quase 6 centavos/litro). 

Naquele mês, o movimento baixista esteve atrelado à pressão das indústrias, que tiveram suas margens espremidas no primeiro semestre, por conta dos altos preços da matéria-prima e das fracas negociações dos lácteos. 

No entanto, a oferta de leite no campo continuou limitada no decorrer de agosto. Para assegurar a compra de matéria-prima, diminuir a ociosidade não planejada (que se traduz em custos para as indústrias) e manter seus shares de mercado, as indústrias continuaram atuando com concorrência acirrada. 

A maior disputa, por sua vez, impulsionou as cotações do leite no mercado spot na primeira e segunda quinzenas de agosto, conforme mencionado no Boletim do Leite de agosto/19. Os preços de derivados, ressalta-se, também se elevaram em agosto, como reflexo dos menores estoques. 

Dois pontos são importantes para explicar a baixa oferta no campo neste momento. O primeiro é o fator sazonal, tendo em vista que o período seco prejudica a disponibilidade de pastagens. O segundo ponto está relacionado à conjuntura do mercado. Neste caso, a saída de produtores da atividade nos últimos anos e a grande insegurança em realizar investimentos de longo prazo frente às incertezas no curto prazo impactam negativamente a capacidade de crescimento da produção em 2019. 

É importante lembrar que os preços do leite no campo são influenciados pelos mercados de derivados e spot, com certo atraso de um mês nesse repasse de tendência. Isso quer dizer que o preço ao produtor de setembro (relativo à captação de agosto) é influenciado pelas cotações dos derivados e spot de agosto. 

Os preços ao produtor de outubro, portanto, deverão ser influenciados pelo desempenho dos mercados de derivados e spot de setembro, que, vale observar, registraram quedas de preços na primeira quinzena deste mês, pressionados pela expectativa de recuperação na produção, após o retorno das chuvas no Sudeste e Centro-Oeste. 

Leite spot: Depois da alta em agosto, preços caem em setembro Em agosto, as cotações do leite spot (negociado entre as indústrias) registraram expressivas altas, devido à menor oferta no campo nos principais estados produtores. No entanto, em setembro, os preços do spot recuaram, influenciados pelo enfraquecimento nas negociações envolvendo os derivados e pelas perspectivas de aumento da captação frente ao início do período de chuvas. 

Em Minas Gerais, o preço passou de R$ 1,5404/l na primeira quinzena para R$ 1,4433/l na segunda, queda de 6,3%. São Paulo teve a mesma queda de 6,3%, com cotações chegando a R$ 1,4560/l na segunda metade de agosto. Goiás e Rio de Janeiro registraram baixas de 5,3% e de 4,4%, respectivamente, com médias de R$ 1,4714/l e de R$ 1,4903/l, respectivamente, na segunda quinzena de setembro. 

¹ Considera os preços do leite recebido por produtores sem frete e impostos dos estados de BA, GO, MG, SP, PR, SC e RS.

Por Natália Grigol e Juliana Santos (Cepea)

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

clima tempo

São Paulo - SP

max

Máx.

--

min

Min.

--

017-rain

--

Chuva

008-windy

--

Vento

Continue depois da publicidade

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Leilões em destaque

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Pular para o conteúdo