SC investe mais de R$ 11,4 milhões na indenização de bovinos no 1º quadrimestre de 2023

Os recursos possibilitam a continuidade da produção de carne e de leite, além de preservar a saúde pública e o status sanitário da pecuária catarinense

Continue depois da publicidade

De janeiro a abril de 2023, Santa Catarina, através do Fundo Estadual de Sanidade Animal (Fundesa), investiu mais de R$11,4 milhões na indenização de produtores rurais pelo abate sanitário de animais doentes.

Os recursos possibilitam a continuidade da produção de carne e de leite, além de preservar a saúde pública e o status sanitário da pecuária catarinense.


“O Fundesa é uma referência internacional no cuidado com a saúde animal. Santa Catarina possui um controle sanitário de excelência, desenvolvido através do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, da Cidasc, do Icasa e de outros órgãos privados que nos ajudam através das cooperativas, das empresas. Por isso nós temos produtos diferenciados, principalmente carnes, e mais de 150 países compram do estado, pela qualidade e pelo trabalho de defesa sanitária que faz há mais de 20 anos”, ressalta o Secretário da Agricultura Valdir Colatto.

Neste primeiro quadrimestre, a Secretaria de Estado da Agricultura liquidou as dívidas do governo passado. Foram quitados 437 processos, com um investimento de mais de R$ 7,8 milhões, o que possibilitou a indenização de 2.172 animais.

VEJA TAMBÉM | Santa Catarina supera US$ 1 bilhão em receita com exportação de carnes no 1º quadrimestre

Referente aos processos iniciados em 2023, 275 já foram pagos. O investimento superou os R$ 3,6 milhões e indenizou o abate sanitário de 1.058 animais doentes.

Santa Catarina conta com mais de 1,2 mil propriedades rurais certificadas como livres de brucelose e tuberculose bovina.

O Estado possui a menor prevalência de brucelose animal do país. A classificação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) demonstra a excelência da bovinocultura e a qualidade da produção agropecuária catarinense.

O Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e da Tuberculose Animal, do Ministério da Agricultura, classifica os Estados de A até E, de acordo com a prevalência das doenças. Santa Catarina é o único estado brasileiro com classificação A para brucelose e, junto com outros quatro estados, também detém nota máxima para tuberculose.

Fonte: Ascom Seapdr / Governo de SC

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

clima tempo

São Paulo - SP

max

Máx.

--

min

Min.

--

017-rain

--

Chuva

008-windy

--

Vento

Continue depois da publicidade

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Leilões em destaque

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Pular para o conteúdo