RS: cooperação vai diversificar espécies forrageiras para a agricultura familiar

A assinatura ocorre no dia 7 de março, às 11h, no estande da Embrapa na Expodireto Cotrijal

Continue depois da publicidade

Facilitar o acesso a sementes forrageiras de qualidade é o objetivo do programa desenvolvido pelo Governo do Rio Grande do Sul.

Um termo de cooperação entre a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR/RS) e a Embrapa vai diversificar as alternativas em forragens, fomentando o uso de cereais de inverno na agropecuária gaúcha. A assinatura ocorre no dia 7 de março, às 11h, no estande da Embrapa na Expodireto Cotrijal 2024.


Mais de 137 mil propriedades de agricultura familiar trabalham com leite no Rio Grande do Sul. Na pecuária de corte, são estimadas 60 mil famílias.

Os dados da Emater/RS-Ascar mostram a importância de estimular a intensificação sustentável na geração de pastagens de qualidade.

O Governo do RS já conta com programas de fomento à aquisição de sementes na agricultura familiar para milho e sorgo no verão, e para aveia preta e azevém no inverno.

Agora a parceria com a Embrapa vai disponibilizar também sementes de trigo, triticale e cevada, destinados à produção de forragem – pasto ou silagem – no outono e no inverno.

SAIBA MAIS | Estudo avalia o uso de cereais de inverno na composição de ração para bovinos, suínos e aves

“Contamos com tecnologias que permitem o cultivo de forragens na entressafra, fornecendo alimento de qualidade para os animais num período conhecido como ‘vazio forrageiro outonal’, quando as forragens de verão já acabaram e as espécies de inverno ainda não foram semeadas”, explica o chefe de transferência de tecnologia da Embrapa Trigo, Giovani Faé.

No inverno, segundo ele, o cultivo de cereais pode gerar alimento conservado num período onde muitas áreas ficam ociosas, reduzindo custos e menor dependência do clima favorável para produção de silagem de milho verão.

O secretário de Desenvolvimento Rural, Ronaldo Santini, afirma que o objetivo, a partir do termo de cooperação, é criar mecanismos para permanência dos produtores na atividade. “Queremos ofertar melhores condições aos nossos produtores, buscando um equilíbrio entre custo e produção, visando o aumento da renda de todos que praticam a atividade”, garante.

Através do programa, a Embrapa Trigo disponibiliza as tecnologias e o Governo do RS proporciona linhas de crédito para a aquisição de sementes forrageiras de inverno.

O agricultor interessado deve procurar a entidade mais próxima (sindicato, cooperativa ou associações) para solicitar o acesso ao programa.

Colaboração Guilherme Granez (Ascom SDR/RS)

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

clima tempo

São Paulo - SP

max

Máx.

--

min

Min.

--

017-rain

--

Chuva

008-windy

--

Vento

Continue depois da publicidade

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Leilões em destaque

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Continue depois da publicidade

Programas

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: