Conteúdo Original | Revista DBO

Intensificação da pecuária: produtividade poupa terra

Em conversa com a repórter Carolina Rodrigues, Geraldo Martha Júnior, da Embrapa Agricultura Digital, fala sobre os impactos econômicos da intensificação da pecuária no Brasil e projeta que em 2035 a participação do confinamento no total de abates chegará a 20% contra os 8% atuais.

Por Carolina Rodrigues

Geraldo Martha Júnior tem 51 anos, 23 deles na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Formou-se em Agronomia em 1994 (ESALQ/USP), motivado pelas viagens que fazia, ainda adolescente, ao sítio da família em Pratânia, cidade próxima a Botucatu (SP). O objetivo inicial era trabalhar com grandes culturas, mas seu primeiro estágio foi em um confinamento de bovinos, onde desempenhava a função “de carregar saco de ração nos experimentos que a Esalq realizava”, conta rindo.

Essa experiência foi uma virada de chave em sua trajetória. Geraldo se apaixonou pelo Nelore, pelo boi. Desde então, ele tem direcionado todas as suas atividades acadêmicas à pecuária. Fez mestrado e doutorado em Agronomia com foco em ciência animal e pastagens (Esalq/USP); ao entrar na Embrapa, em 2001, concentrou-se em pesquisas sobre integração lavoura-pecuária e, após um curso de pós-doutorado em economia, na Universidade de Brasília (UNB), em 2008, passou a conduzir projetos sobre produção pecuária e cenários futuros para o Agro.

Geraldo foi coordenador do Sistema de Inteligência Estratégica da Embrapa (2012 a 2015) e do Programa de Cooperação Científica da Embrapa nos Estados Unidos (2015 a 2018). Lecionou no curso de pós-graduação da UNB e atualmente trabalha na Embrapa Agricultura Digital, onde mantém parceria com a Scot Consultoria para uso dos dados coletados pela Expedição ConfinaBrasil no projeto “Impactos técnico-econômicos da intensificação sustentável da pecuária de corte brasileira”. Em entrevista conduzida pela repórter Carolina Rodrigues, Geraldo ressalta o efeito poupa-terra da tecnologia. Confira.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Faça já sua assinatura digital da DBO

Leia todo o conteúdo da DBO a partir de R$ 12,70 por mês.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Já tem uma assinatura DBO?
Entre na sua conta e acesse a Revista Digital:

Continue depois da publicidade
Compartilhe:

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Pular para o conteúdo