Conteúdo Original | Revista DBO

Bons projetos hidráulicos fazem diferença nas fazendas de pecuária

Planejamento é fundamental para extrair máximo retorno da água, que é, ao mesmo tempo, alimento, insumo, recurso natural e ferramenta para elevar a produtividade.

A água deve ser usada de forma racional e com respeito ao meio ambiente.

Por Renato Villela

A água é imprescindível à pecuária, onde exerce inúmeros papeis. É alimento (nutriente essencial à vida); insumo de uso regular na limpeza de equipamentos/instalações ou na irrigação; recurso natural de grande importância para o meio ambiente, devendo ser usado com parcimônia, para redução da pegada hídrica na produção de carne, de olho na sustentabilidade; e ainda é ferramenta para melhoria da lucratividade do produtor, uma vez que o desempenho animal está intimamente ligado ao consumo hídrico. Para exercer todos esses papeis, a água deve ser distribuída aos bovinos de forma eficiente, por meio de um projeto hidráulico bem planejado, que contemple o tamanho dos lotes e a demanda diária de cada categoria.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Faça já sua assinatura digital da DBO

Leia todo o conteúdo da DBO a partir de R$ 12,70 por mês.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Já tem uma assinatura DBO?
Entre na sua conta e acesse a Revista Digital:

Continue depois da publicidade
Compartilhe:

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Pular para o conteúdo