Conteúdo Original | Revista DBO

Aditivos: o que temos e o que vem por aí?

Pesquisas com óleos essenciais, probióticos, enzimas, leveduras, taninos, ionóforos avançam e miram, inclusive, a redução das emissões de metano pelos bovinos.

Por Larissa Vieira

Por trás da carne nossa de todo dia, há muita tecnologia envolvida. É o caso dos aditivos alimentares, que favorecem o bom funcionamento do rúmen e, consequentemente, contribuem para colocar mais peso na carcaça, dentre outros benefícios. Os ionóforos (antibióticos) estão entre os aditivos mais estudados, mas nos últimos anos, outras substâncias vêm sendo incorporadas às pesquisas, para atender às exigências dos consumidores por alimentos naturais, além de baratear os custos de adoção da tecnologia.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Faça já sua assinatura digital da DBO

Leia todo o conteúdo da DBO a partir de R$16,90 por mês.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Já tem uma assinatura DBO?
Entre na sua conta e acesse a Revista Digital:

Continue depois da publicidade
Compartilhe:

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: