Conteúdo Original | Revista DBO

A fazenda na “palma da mão”

Propriedade do Grupo ISM usa software de gestão na recria e terminação a pasto, contrariando as estatísticas de que ferramentas como essa somente são usadas nos confinamentos

Software apresenta o mapa produtivo da propriedade em detalhes.

Por Carolina Rodrigues

Os números recentes da pecuária de corte da Fazenda São Pedro, do Grupo ISM Agropecuária, com sede em União de Minas, Triângulo Mineiro, chamam a atenção. No ciclo 2021/2022, seu sistema de recria e terminação intensiva a pasto apresentou produtividade média de 27@)/ha, com lucro líquido de R$ 2.600/ha.

O ótimo, contudo, ainda pode ser aprimorado. Há um ano, a São Pedro adotou um software de gestão de pecuária a pasto para organizar processos e avançar ainda mais sobre seus indicadores produtivos e financeiros. “Sem dados, o pecuarista trabalha às cegas, o que é extremamente arriscado em períodos de alta de custos como o atual”, observa Rafael Dias Machado, sócio-diretor da ISM ao lado dos irmãos Otávio e Adiberto.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Faça já sua assinatura digital da DBO

Leia todo o conteúdo da DBO a partir de R$16,90 por mês.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Já tem uma assinatura DBO?
Entre na sua conta e acesse a Revista Digital:

Continue depois da publicidade
Compartilhe:

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: