Conteúdo Original | Revista DBO

10 anos de ILP na areia

Após uma década de ILP em solos arenosos do oeste paulista, Carlos Viacava contabiliza contribuições na evolução do rebanho e na rentabilidade do negócio.

Gado CV em área de pasto reformado após lavoura de soja.

Visionário por natureza, João Kluthcouski (o João K), pesquisador aposentado da Embrapa e um dos principais mentores da integração lavoura-pecuária (ILP) no Brasil, anteviu as transformações que as três fazendas de Carlos Viacava viveriam, quando este criador de Nelore Mocho decidiu adotar a técnica em 2013.

Apesar das condições climáticas adversas à agricultura (veranicos) e à predominância de solos arenosos nas duas propriedades maiores, localizadas no oeste paulista (Campina, em Caiuá, e Santa Gina, em Presidente Epitácio), o pesquisador olhava em volta e enxergava a colheita de 60 a 70 sacas de soja/ha e uma pecuária mais eficiente, graças aos alimentos que a lavoura forneceria ao gado. Nem todas as previsões otimistas de João K se concretizaram, porque o desafio edafoclimático da região é muito grande, mas os ajustes realizados ao longo dos anos permitiram que Viacava montasse um sistema de produção duplamente vantajoso e confirmasse o potencial transformador da ILP.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Faça já sua assinatura digital da DBO

Leia todo o conteúdo da DBO a partir de R$16,90 por mês.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Já tem uma assinatura DBO?
Entre na sua conta e acesse a Revista Digital:

Continue depois da publicidade
Compartilhe:

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: