Conteúdo Original

Revista DBO

Irmãs Coragem

Jovens produtoras do interior de São Paulo desistem de arrendar parte das terras à cana e apostam na pecuária intensiva, com projeção de receita superior a R$ 2.000/ha até 2024.

As irmãs Bárbara e Carolina Carvalho deixaram carreira de lado para apostar na pecuária.

Por Renato Villela

O que faria você deixar de lado sua formação, a estabilidade do emprego, seu modo de vida? Uma nova oportunidade de trabalho, uma chance de imprimir sua marca num projeto pessoal? Corajosamente, as irmãs Caroline (29 anos, advogada) e Bárbara Carvalho (26, jornalista) decidiram interromper suas carreiras para encarar o desafio de gerenciar a Fazenda Arizona, propriedade de 704 ha sediada em Castilho, interior de São Paulo.

Na contramão da tendência de avanço da agricultura sobre as áreas de pastagens, principalmente no Estado de São Paulo, as irmãs optaram pelo caminho inverso: retomar terras arrendadas para a cana-de-açúcar e pastos alugados a terceiros para destiná-los à pecuária intensiva.

Foi preciso coragem, mas principalmente muito planejamento. Caroline e Bárbara tiveram o apoio da mãe, dona Glória Carvalho, mas ela exigiu que as filhas buscassem uma consultoria especializada para avaliar a viabilidade econômica do projeto. Afinal de contas, se o retorno financeiro da pecuária fosse menor, não haveria justificativa para trocar a cana pelo boi.

Após muita procura, as irmãs chegaram ao consultor Manfred Folz, da Boviplan Consultoria, de Piracicaba (SP). O estudo, realizado pelo consultor em 2018, previa retorno financeiro do projeto pecuário a partir do quinto ano. Os primeiros quatro seriam de investimento, até se atingir a meta projetada para o rebanho.

“A partir do quinto ano é que a pecuária começaria a dar lucro, sempre considerando os cenários de alta e baixa da arroba no ciclo pecuário”, explica Manfred. O prazo estendido exigia, de antemão, paciência por parte das jovens produtoras, que entenderam o recado. “Muitas pessoas se iludem, acham que a pecuária traz retorno rápido. Acho que é por isso que desistem ou nem começam, porque não querem esperar”, opina Bárbara.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Faça já sua assinatura digital da DBO

Leia todo o conteúdo da DBO a partir de R$ 12,70 por mês.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Já tem uma assinatura DBO?
Entre na sua conta e acesse a Revista Digital:

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.
Gostou? Compartilhe:
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram
WhatsApp
Email
Destaques na última edição
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Vídeo

Os destaques no vídeo da Edição:

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Continue depois da publicidade

Destaques no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Pular para o conteúdo