Pecuaristas de Rondônia têm até o dia 30 de novembro para declarar o rebanho

O produtor só poderá emitir GTA depois que regularizar o rebanho junto à Idaron

Continue depois da publicidade

Os produtores rurais de Rondônia, criadores de bovinos, bubalinos, ovinos, caprinos, suínos, equídeos e aves, têm até o dia 30 deste mês de novembro para aderir à segunda etapa de declaração de rebanhos da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron). O prazo para declaração teve início em 1º de novembro.

A partir do início do período de declaração, a emissão da Guia de Trânsito Animal passa a estar vinculada à declaração de rebanhos. Ou seja, o produtor só poderá emitir GTA depois que regularizar o rebanho junto à Idaron.


A declaração de rebanhos é uma das mais importantes ações para que Rondônia mantenha o status internacional de área livre de febre aftosa sem vacinação.

“Esse é um dos compromissos que integra a política de responsabilidades compartilhadas firmadas entre o Estado e o pecuarista. É uma ação simples que garante maior chance de busca de mercados à agropecuária do estado”, explica o presidente da Agência Idaron, Julio Cesar Rocha Peres.

De Olho no Campo | Braquiária híbrida foi boa escolha para fazenda em Rondônia; veja

A declaração deve ser feita preferencialmente pela internet, no site da agência (www.idaron.ro.gov.br) ou nas Unidades Locais de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsav’s).

“O processo de declaração é muito simples, pela internet, a senha usada para a emissão de ‘e-GTA’é a mesma para fazer a declaração dos rebanhos. Quem ainda não efetivou login e senha para acesso ao sistema da Idaron, basta entrar no site da Agência, pelo computador ou celular e cadastrar a senha”, destaca Julio Peres.

“Não podemos esquecer que a declaração de rebanhos é fundamental para que Rondônia mantenha o status internacional de área livre de febre aftosa sem vacinação, com reconhecimento da OMSA (Organização Mundial da Saúde Animal). Todos têm que cumprir seu papel”, acentua o governador do Estado, Cel. Marcos Rocha.

É importante que, embora tenha 30 dias para fazer a declaração dos rebanhos, o produtor deve fazê-lo o quanto antes, para evitar sobrecarga no sistema e imprevistos em relação às filas e dificuldades na liberação de GTA’s.

VEJA TAMBÉM | GO: vacinação contra raiva de herbívoros e prazo para envio da declaração de rebanho começam dia 1º de novembro

Além das informações relacionadas a atualização dos rebanhos, serão levantadas informações de produção de peixe/pescados, abelhas e alguns tipos de frutas, com perguntas diretas e simples para que as informações referentes a essas culturas possam ser atualizadas.

Fonte: Ascom Idaron / Governo de RO

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

clima tempo

São Paulo - SP

max

Máx.

--

min

Min.

--

017-rain

--

Chuva

008-windy

--

Vento

Continue depois da publicidade

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Leilões em destaque

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Continue depois da publicidade

Programas

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: