Novilho Precoce MS destaca Integração Lavoura-Pecuária durante o Showtec 2024

Em pesquisa, a Fundação MS comprovou que a integração com a pecuária aumenta significativamente a produtividade da soja

Continue depois da publicidade

A Associação Sul-Mato-Grossense de Produtores de Novilho Precoce (ASPNP) esteve nesta quarta-feira (22) no Showtec 2024, evento promovido pela Fundação MS, em Maracaju.

A feira destaca as principais inovações tecnológicas para a melhoria da produtividade no campo, incluindo sistemas de integração entre lavoura-pecuária.


Consolidado como o maior evento agro do estado, a expectativa desta 27ª edição, de acordo com a Fundação MS, é de atrair cerca de 28 mil pessoas até o dia 23 de maio; a programação do evento pode ser conferida em www.fundacaoms.org.br.

O pecuarista Humberto Yule, diretor da Novilho Precoce MS, esteve presente no evento e destacou a importância da pecuária em eventos que trazem novas tecnologias para o campo.

“A presença no Showtec 2024 é fundamental para trocarmos experiências e conhecermos tecnologias que podem ser aplicadas no nosso sistema de produção. A integração lavoura-pecuária é um caminho sem volta, promissor para aumentarmos a produtividade de forma sustentável”, afirmou Yule.

Revista DBO | Pastagem na ILP exige ajustes no plantio e no manejo

Em pesquisa, a Fundação MS comprovou que a integração com a pecuária aumenta significativamente a produtividade da soja. Destacando-se a Brachiaria brizantha, cultivar Piatã, que traz melhor estabilidade na produção da soja, além de um aumento considerável na produtividade da oleaginosa, na casa dos 17% a mais em comparação com outras culturas de outono-inverno.

“Observamos melhorias na cobertura do solo, na parte química e na redução de nematoides. O ambiente com o Piatã proporcionou condições ideais para a soja, com uma produção de palha adequada, cobrindo mais o solo e de forma mais duradoura”, explicou Douglas de Castilho Gitti, pesquisador da Fundação MS.

Foto: Divulgação

O presidente da Fundação MS, Daniel Franco Pereira, um agricultor que adota a integração lavoura-pecuária, confirmou os resultados positivos. “Nos últimos três anos, substituímos o milho safrinha por um mix de braquiárias ruzizienses e Piatã em determinadas áreas, resultando em um aumento de oito sacas por hectare”, relatou Pereira.

Segundo o diretor da Novilho Precoce MS, a associação tem se aproximado de entidades e empresas que fomentam a inovação e a pesquisa. “Precisamos fomentar essas tecnologias no campo, para termos cada vez mais certeza nos passos dados dentro da fazenda, como saber qual o melhor capim, com qual tipo de leguminosa, em quais tipos de solo, e assim fornecermos ao nosso associado informações preciosas que o auxilie na sua produtividade”, finaliza o diretor da Novilho Precoce MS, em nota à imprensa.

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

clima tempo

São Paulo - SP

max

Máx.

--

min

Min.

--

017-rain

--

Chuva

008-windy

--

Vento

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Pular para o conteúdo