Cresce o uso da dieta de “puro grão” nas fazendas brasileiras; ouça

A estratégia possui inúmeras vantagens e a principal delas é produzir uma carne de qualidade em menor intervalo de tempo, encurtando o ciclo produtivo

Continue depois da publicidade

O “Sistema de Confinamento de Grão Inteiro” ou “Puro Grão” surgiu há 15 anos, por concepção de Paulo César Rocha Araújo, médico veterinário especialista em nutrição animal e responsável técnico pelo Grupo Futura, das Rações Futura. “Tudo começou com duas fazendas e hoje são milhares, por todo o País”, comemora Araújo.

A difusão da estratégia de manejo e nutricional, segundo o técnico, se dá por uma série de vantagens.


Ela, por exemplo, permite a produção de carne com volume em uma menor área, ou seja, viabiliza pequenas propriedades espalhadas por praças importantes da pecuária brasileira. E não é só.

Paulo César Rocha Araújo, médico veterinário especialista em nutrição animal (Foto: Arquivo pessoal)

OUÇA  os comentários de Paulo César

A dieta em si – Como ela é baseada no consumo exclusivo de grãos, guardando as diferentes fases de vida dos bovinos, pode ser administrada para bezerros, animais de recria e os prontos para terminação.

O milho de qualidade e seco é servido na proporção de 85% para 15% de um núcleo concentrado. A formulação desse núcleo é diferente para cada categoria.

Os cuidados necessários – Na verdade, Araújo entende que os cuidados necessários são os mesmos que qualquer criador precisa ter: vermifugação, vacinação, conforto do animal, adaptação bem-feita e o entendimento de que o confinamento de puro grão tem oito variáveis que definem o sucesso. São cinco zootécnicas e três financeiras.

Puro grão na prática – Em São Gabriel do Oeste (MS), a Fazenda Tabapuã da Gê 05, sob a gestão de João e Gerusa Trivelato, desponta na produção de carne por meio da estratégia nutricional, abatendo bezerros com menos de 14 meses, produtos do cruzamento de Nelore x Tabapuã. “No nosso caso, essa heterose também é eficiente”, reforça João.

João e Gerusa Trivelato (Foto: Arquivo pessoal)

No último abate realizado em 20 de março, tanto machos quanto fêmeas apresentaram rendimento médio de carcaça superior a 55%, com apenas 14 meses de idade e cinco de trato no cocho.

Esses números robustos ilustram a consistência e eficácia do sistema desde o primeiro estágio do confinamento. O peso de abate oscilou entre 15 e 18 arrobas.

Confinamento da Fazenda Tabapuã da Gê 05 (Foto: Arquivo pessoal)

Para Trivelato, “o grão inteiro oferece alta densidade energética na dieta, possibilitando um rápido ganho de peso e terminação nos animais. Além disso, reduzem o desperdício de alimentos, uma vez que os animais conseguem aproveitar mais eficientemente os nutrientes presentes nos grãos. Essa técnica também permite o desmame precoce dos bezerros, contribuindo para um retorno mais rápido das vacas ao ciclo reprodutivo”.

 OUÇA MAIS 

Estudo técnico visa melhorar índices de reprodução de bovinos; ouça

Dia Mundial da Água: uma pecuária que faz a lição de casa

Quatro pontos de atenção na transição para a seca

Seis ações para minimizar falta de chuva fora de época

Mais UA/ha com a cultura do capim

Forrageiras para intensificar a pecuária e segurar a seca

Melhore o caixa da fazenda investindo em boas fêmeas

Melhoramento animal é decisivo na lucratividade

Na recria é que se ganha dinheiro com pecuária

Para ganhar mais com boi em 2024 (Parte III)

Uma luz vermelha na produção de leite bovino

Para o mercado de leilões, dias melhores virão

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

clima tempo

São Paulo - SP

max

Máx.

--

min

Min.

--

017-rain

--

Chuva

008-windy

--

Vento

Continue depois da publicidade

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Leilões em destaque

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Pular para o conteúdo