COP28: Rede ILPF participará do painel sobre segurança alimentar e agricultura de baixo carbono

A participação da Associação Rede ILPF será durante o painel promovido pela Apex e mediado pela Abag, no Pavilhão Brasil

Continue depois da publicidade

A Rede ILPF estará presente na 28ª Conferência das Partes da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-28), que este ano será realizada em Dubai, nos Emirados Árabes, entre 30 de novembro e 12 de dezembro.

A conferência reúne todos os países-membros da ONU para debater estratégias para conter o aquecimento global – cujo máximo aceitável, de acordo com o Painel Intergovernamental Sobre Mudanças Climáticas (IPCC), é de 1,5º C até 2050, em relação às temperaturas registradas na era pré-industrial.


A proposta é discutir os desafios impostos pelas mudanças do clima, e neste contexto o setor agropecuário tem papel relevante neste momento de transição.

A participação da Associação Rede ILPF será durante o painel promovido pela Apex e mediado pela Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), no dia 10 de dezembro, entre às 15h e 16h15, no Pavilhão Brasil.

VEJA TAMBÉM | Embrapa inicia execução de projeto inédito em apoio à agricultura de baixa emissão de carbono

Com o tema “A Nova Agricultura de baixo Carbono: Recuperação de pastagens degradadas e aumento de
produtividade”, a Rede ILPF e associadas irão discutir estratégias colaborativas para a recuperação de áreas degradadas e a promoção de práticas agrícolas sustentáveis.

Serão apresentados exemplos bem-sucedidos de ILPF e programas que envolvem parcerias entre diferentes setores, como empresas, organizações da sociedade civil, governos e comunidades locais, além da importância de instrumentos financeiros para alavancar as boas práticas no Agro.

Participarão do debate Silvia Massruhá, Presidente da Embrapa; Isabel Ferreira, Diretora Executiva da Rede ILPF e Grazielle Parenti, VP of Business Sustainability LATAM Syngenta. A mediação será de Giuliano Alves, representando a ABAG.

Integração-Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) – Na pecuária, o Brasil tem 159 milhões de hectares de pastos, que produzem carne e leite, sem necessidade de ampliação de espaço para aumentar a produção.

A Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), tecnologia agropecuária desenvolvida pela Embrapa é uma das alternativas. A ILPF mitiga a emissão de gases de efeito estufa, impede abertura de novas áreas, promove maior conforto animal, aumenta a produtividade e diversifica a lavoura.

SAIBA MAIS | Sob efeito do El Niño, previsão para dezembro é de alta temperatura nas regiões pecuárias

Atualmente 66% do território nacional está coberto com vegetação nativa. Além disso, as áreas plantadas ou destinadas à pecuária podem ser otimizadas, ganhando produtividade, por meio de técnicas como plantio direto, uso de bioinsumos e fixação biológica de nitrogênio, por exemplo.

O país tem cerca de 17,4 milhões de hectares com sistemas de Integração. A Rede ILPF tem a meta de elevar este número para 35 milhões de hectares até 2030.

Fonte: Ascom Rede ILPF

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

DBO, há mais de 40 anos acompanhando e contribuindo para uma pecuária cada vez mais moderna e eficiente.

Gostou? Compartilhe:
Mais conteúdo

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Raças

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Revista DBO

Destaques

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Cooperativas ‘abrem alas’ para o boi

Gigantes da agricultura e da produção leiteira começam a ver o gado de corte como importante parceiro de suas atividades-mãe e lançam programas específicos para pecuaristas.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.


Faça já sua assinatura digital da DBO


Leia todo o conteúdo da DBO a partir de R$16,90 por mês.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Vídeo

Os destaques no vídeo da Edição:

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Destaques do Dia

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Programas

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: