Você está aqui:
/Controle Certeiro – Capítulo 2
Controle Certeiro – Capítulo 2 2018-11-26T15:56:27-02:00

CAPÍTULO 2

Estratégia de combate!

Agora que você já sabe como é o ciclo de vida do carrapato e os danos que ele causa aos animais, chegou a hora de conhecer seus pontos fortes e fracos. A partir daí, será possível traçar uma estratégia de Combate Certeiro, tema deste projeto desenvolvido em parceria com a Bayer. Se você não leu o primeiro capítulo clique aqui!

Pontos fortes

Quando as condições ambientais são favoráveis, o parasito se multiplica mais rapidamente na pastagem, aumentando a infestação nos bovinos. Ao visualizar os carrapatos adultos, em grande número, no rebanho, o produtor pensa que é o momento certo para controlá-los. Entretanto, combater o inimigo no momento em que ele está mais forte não apenas diminui as chances de êxito como aumenta os gastos com carrapaticidas, o que é indesejável, além de antieconômico.

Pontos fracos do inimigo

Quando as condições climáticas são desfavoráveis, o desenvolvimento do parasito é prejudicado, o que diminui o número de larvas na pastagem. Este é o período mais propício para combatê-lo. Ao atacar o parasito no estágio em que ele está mais fraco, as chances de sucesso aumentam. É o que os especialistas chamam de “controle estratégico”. O produtor gasta menos carrapaticida e aumenta suas chances de controlar esse terrível inimigo, que tanto prejuízo causa à pecuária.

Use o clima como seu aliado

As duas variáveis climáticas que mais influenciam na sobrevivência e multiplicação do carrapato no ambiente são a temperatura, principal fator regulador das populações do parasito, e a umidade.

As altas temperaturas ressecam os ovos e são letais para as larvas (micuins), que, mesmo tentando se esconder na face interna das folhas ou na base da planta, se desidratam mais rapidamente e morrem

O frio tem influência muito forte sobre o ciclo de vida do carrapato. Nas regiões onde o inverno é rigoroso, marcado por baixas temperaturas, a população do parasito diminui drasticamente, ou até mesmo desaparece.

A baixa umidade relativa do ar, que caracteriza os meses de seca no Brasil Central, prejudica o desenvolvimento do carrapato ao exercer papel semelhante ao das altas temperaturas sobre as larvas na pastagem.

Controle estratégico

Trata-se da concentração de banhos ou aplicações de carrapaticidas em períodos desfavoráveis ao desenvolvimento do carrapato na pastagem. Como essas condições variam de região para região, o controle estratégico deve ser regionalizado. Ao atuar “estrategicamente” sobre uma geração menos expressiva, consegue-se reduzi-la bastante, de modo a gerar cada vez menos descendentes nas gerações subsequentes.

Como o carrapato se comporta nas diferentes regiões

Centro-Oeste e Sudeste (acima de 800m)

Na maior parte do Sudeste e na região do Planalto Central ou Cerradão, em altitudes acima de 800 m, onde as temperaturas no verão não são tão altas, o fator de controle do carrapato é a umidade do ar, muito baixa durante a segunda metade da época seca, nos meses de julho, agosto e setembro.

Centro-oeste e Sudeste (abaixo de 400m)

Nas regiões mais baixas do Sudeste e Centro-Oeste, (altitudes inferiores a 400 m), o verão é marcado por chuvas e temperaturas altas. Embora essas condições sejam favoráveis à postura de ovos, essa época é ideal para o combate estratégico, pois as larvas não resistem ao forte calor dos meses de janeiro, fevereiro e março.
Período ideal para controle: janeiro a março

Sul

Única região do País onde o frio rigoroso tem forte influência sobre o carrapato, que chega a desaparecer nessa época. O controle, no entanto, deve ser feito na primavera e verão, quando a população é um pouco maior, pois os bezerros precisam ter algum contato com o parasito para desenvolver imunidade contra a Tristeza Parasitária.

Norte

Nessa região, as condições climáticas são favoráveis ao desenvolvimento do carrapato durante o ano inteiro, o que dificulta o controle do parasito. De modo semelhante ao que se dá no Cerrado, deve-se aproveitar os períodos ocasionais de umidade do ar mais baixa para se fazer as aplicações estratégicas e diminuir sua população.
Período ideal para controle: agosto a outubro

Confira o 2º capítulo da série publicada na Revista DBO de novembro 2018

Preencha o formulário e baixe agora o 2º capítulo

CLIQUE E ASSINE

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.
X