Compras de boiadas “da mão para a boca” fazem preços da arroba andar de lado

Pelos dados da Scot, boi gordo “comum” (destinado ao mercado interno) está valendo R$ 235/@ nas praças de SP, enquanto a arroba do “boi-China” é negociada em R$ 240

Continue depois da publicidade

Nesta quinta-feira (9/11), o preço médio do boi gordo nas praças de São Paulo ficou estável, em R$ 235/@, informa a Agrifatto, que acompanha diariamente o setor pecuário.

Duas das 17 praças monitoradas pela consultoria passaram por ligeira desvalorização da arroba no dia de hoje: Mato Grosso e Paraná (veja as cotações desta quinta-feira ao final desta página).


As demais 15 regiões brasileiras sustentaram cotações laterais, acrescenta a Agrifatto. “A demanda aquecida do varejo doméstico estabilizou os preços da carne bovina com ossos no atacado e neutralizou a pressão baixista sobre a arroba do boi gordo”, pontua a consultoria.

Em contrapartida, continua a consultoria, a restrição da oferta de animais terminados, associada com compras “da mão para a boca”, resultou em escalas de oito abates, na média nacional.

VEJA TAMBÉM | Cepea: por mais um ano, exportações brasileiras de carne bovina registram bom desempenho

No mercado futuro, relata a Agfrifatto, todos os contratos da B3 passaram por ajustes positivos na quarta-feira (8/11). O papel com vencimento para novembro de 2023 ficou precificado a R$ 237,85/@, com valorização de 0,53% no comparativo diário.

De acordo com dados levantados pela S&P Global Agribusiness Insights, a primeira semana completa de novembro registrou volumes fracos de negociações no mercado físico do boi gordo.

“As indústrias ainda tentam efetivar novas compras de gado em patamares inferiores aos pisos vigentes, mas a oferta enxuta de animais terminados limita um viés de baixa nas cotações”, observa a S&P Global.

Na avaliação da consultoria, a recuperação nos preços da carne bovina no atacado aponta para uma produção em linha com a demanda atual.

“Há expectativas de incremento do consumo interno nas semanas vindouras, tendo em vista o início das festividades de final de ano e uma disponibilidade econômica sazonalmente melhor com o recebimento da primeira parcela do 13º salário”, relata a S&P Global.

Mercado Pecuário | Há espaço para uma maior valorização da arroba do boi gordo no mercado físico?

Na opinião da consultoria, o fator “consumo interno” (de carne bovina) deverá ser a principal premissa para viés de recuperação nas cotações da arroba no mercado físico.

No entanto, pondera a S&P Global, ainda há grandes incertezas em relação à confirmação das expectativas de um avanço considerável na demanda pela proteína bovina no período final do ano, o que ajuda a explicar o ambiente atual de estagnação nos preços físico do boi gordo.

Dados da Scot – Com escalas bem-posicionadas, o cenário é de estabilidade para todas as categorias de bovinos destinados ao abate nas praças de São Paulo, de acordo com apuração desta quinta-feira da Scot Consultoria.

Com isso, o boi gordo “comum” (destinado ao mercado interno) está valendo R$ 235/@, enquanto a vaca e a novilha gordas são negociadas por R$ 215/@ e R$ 225/@ (preços brutos e a prazo).

A arroba do “boi-China” (abatido mais jovem, com até 30 meses) está sendo negociada em R$ 240, no prazo, bruto, com ágio de R$ 5/@ sobre a cotação do animal “comum”.

Raio X dos negócios nas principais regiões monitoradas pela Agrifatto em 9/11

São Paulo — O “boi comum” vale R$230,00 a arroba. O “boi China”, R$240,00. Média de R$235,00. Vaca a R$215,00. Novilha a R$225,00. Escalas de abates de oito dias.

Minas Gerais — O “boi comum” vale R$225,00 a arroba. O “boi China”, R$235,00. Média de R$230,00. Vaca a R$210,00. Novilha a R$215,00. Escalas de abate de onze dias.

Mato Grosso do Sul — O “boi comum” vale R$225,00 a arroba. O “boi China”, R$235,00. Média de R$230,00. Vaca a R$210,00. Novilha a R$215,00. Escalas de abate de sete dias.

Mato Grosso — O “boi comum” vale R$205,00 a arroba. O “boi China”, R$215,00. Média de R$210,00. Vaca a R$190,00. Novilha a R$195,00. Escalas de abate de oito dias.

Tocantins — O “boi comum” vale R$215,00 a arroba. O “boi China”, R$225,00. Média de R$220,00. Vaca a R$200,00. Novilha a R$205,00. Escalas de abate de seis dias.

Pará — O “boi comum” vale R$210,00 a arroba. O “boi China”, R$220,00. Média de R$215,00. Vaca a R$195,00. Novilha a R$200,00. Escalas de abate de dez dias.

Goiás — O “boi comum” vale R$225,00 a arroba. O “boi China/Europa”, R$235,00. Média de R$230,00. Vaca a R$210,00. Novilha a R$215,00. Escalas de abate de sete dias.

Rondônia — O boi vale R$215,00 a arroba. Vaca a R$200,00. Novilha a R$205,00. Escalas de abate de dez dias.

Maranhão — O boi vale R$215,00 por arroba. Vaca a R$195,00. Novilha a R$200,00. Escalas de abate de oito dias.

Paraná — O boi vale R$230,00 por arroba. Vaca a R$210,00. Novilha a R$215,00. Escalas de abate de sete dias.

 

Indicador do boi gordo da Scot Consultoria em 9/11  (em R$/@)

SP Barretos – 233,28

SP Araçatuba – 233,28

MG Triângulo – 226,16

MG BH – 215,70

MG Norte – 217,00

MG Sul – 218,67

GO Goiânia – 224,94

MS Dourados – 228,99

MS C. Grande – 228,97

MS Três Lagoas – 217,00

BA Sul – 212,99

BA Oeste – 215,93

MT Norte – 206,03

MT Sudoeste – 207,51

MT Cuiabá* – 207,28

MT Sudeste – 207,64

PA Marabá – 214,41

PA Redenção – 209,52

PA Paragominas – 230,20

RO Sudeste – 209,70

TO Sul – 217,70

TO Norte – 216,79

*Região de Cuiabá, inclui Rondonópolis

 

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Cadastre-se de gratuitamente na Newsletter DBO:


    Continue depois da publicidade

    Continue depois da publicidade

    Continue depois da publicidade

    clima tempo

    São Paulo - SP

    max

    Máx.

    --

    min

    Min.

    --

    017-rain

    --

    Chuva

    008-windy

    --

    Vento

    Continue depois da publicidade

    Continue depois da publicidade

    Colunas e Artigos

    Continue depois da publicidade

    Continue depois da publicidade

    Leilões em destaque

    Continue depois da publicidade

    Newsletter

    Newsletter

    Jornal de Leilões

    Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

    Continue depois da publicidade

    Vaca - 30 dias

    Boi Gordo - 30 dias

    Fonte: Scot Consultoria

    Vaca - 30 dias

    Boi Gordo - 30 dias

    Fonte: Scot Consultoria

    Continue depois da publicidade

    Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

    Encontre o que você procura:

    Pular para o conteúdo