Você está aqui:
//Como promover segurança cibernética para os produtores?

Como promover segurança cibernética para os produtores?

Jan Swaay e Eduardo Rolim ensinam como se proteger de ataques digitais

Jan Swaay e Eduardo Rolim - 24/10/2018

Foto: Pixaby.

Recentemente, vários produtores rurais foram vítimas de ataques cibernéticos como, por exemplo, sequestro de dados associados a pedidos de pagamentos de resgate. Além disso, os produtores estão cada vez mais conectados e, sem os devidos cuidados de segurança cibernética, o número de vítimas tende a aumentar. Tradicionalmente, os setores mais visados eram financeiro, comércio, serviços e entretenimento, mas hoje o cenário vem mudando.

Quanto mais valiosos forem os dados para a empresa, maior é o risco e, assim, a necessidade de protegê-los. E isso não depende apenas da tecnologia, mas principalmente dos usuários e dos processos. Em linhas gerais, estes são os três principais vetores de ataques digitais e como se proteger:

– Phishing: é normalmente realizado através de mensagens de e-mails. Nesse caso é indicado não abrir e deletar e-mails suspeitos ou de origem desconhecida.

– Engenharia Social: tentativa de manipulação de pessoas com o intuito de obtenção de acesso às informações online e offline, através de habilidades de persuasão. É importante desconfiar e não fornecer informações para pessoas desconhecidas, além de não tratar assuntos sensíveis em locais públicos.

– Malware: softwares maliciosos destinados a infiltrar-se em sistemas, de forma ilícita, com o intuito de causar danos, alterações ou roubo de informações. Uma forma de se proteger é usar soluções de antivírus, antispyware e firewall do sistema operacional e lembrar de mantê-las sempre atualizadas.

Para informar os colaboradores como se proteger desses ataques à empresa, é preciso oferecer treinamentos básicos de segurança de dados, e também outros mais específicos para aqueles com acesso às informações.

Confidencialidade, integridade e disponibilidade são os três principais pilares que orientam as ações de segurança digital. O primeiro limita às pessoas autorizadas o acesso à informação, o segundo diz respeito à manutenção das características dos dados e o terceiro garante que as pessoas autorizadas conseguirão usá-la quando necessária.

Sendo assim, o produtor rural precisa descrever as responsabilidades por cargo e desenhar os processos internos de controle para definir as permissões de conexão à rede, aos sistemas e às necessidades de treinamento. É preciso ainda manter os acessos sempre atualizados nos casos de transferência, mudança de função, promoção e demissão. Além disso, deve restringir as contas dos usuários ao conceito de “mínimo acesso requerido”, ou seja, o mínimo necessário para que as funções sejam desempenhadas.

Outro ponto fundamental é atualizar as versões dos sistemas para se proteger das vulnerabilidades corrigidas pelos respectivos fornecedores, não utilizar cópias piratas e não instalar aplicativos de origens desconhecidas. Quando recomendado, o produtor deve atualizar os equipamentos de forma compatível com os sistemas, especialmente quando as atualizações forem de segurança.

Outras práticas que contribuem para a proteção são:

● Construção da cultura do uso de senhas seguras, pessoais e intransferíveis;

● Cuidado com mídias removíveis como pen drives;

● Indicadores de monitoramento de riscos, relatórios de casos suspeitos e incidentes de segurança;

● Medidas de contingência (backup, sistemas, equipamentos, comunicação, etc.);

● O backup de informações críticas deve ser feito em algum dispositivo externo e sem conexão com a origem dos dados.

Todo cuidado é pouco para não ser a próxima vítima. Se a empresa ainda não tem uma política de segurança cibernética e respostas a incidentes de segurança, sugerimos fazer uma avaliação e adotar rapidamente práticas que possam protegê-la de possíveis problemas.

Fonte: Rabobank.

*As opiniões expressas nos artigos não necessariamente refletem a posição do Portal DBO.

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.
X