Ciência e trabalho dos criadores levam avanços para raça Canchim

Na próxima quinta-feira (9) ocorre o "Encontro 70 anos da raça Canchim – passado, presente e futuro", na sede da Embrapa Pecuária Sudeste, em São Carlos (SP)

Continue depois da publicidade

Pesquisadores, criadores e técnicos vão discutir os avanços da raça Canchim nesse período, o impacto econômico e as oportunidades futuras. A programação terá início às 14 horas, no auditório da Embrapa Pecuária Sudeste (Rodovia Washington Luiz, km 234, São Carlos, SP).

De acordo com a pesquisadora Cintia Marcondes, o evento vai servir para consolidação dos resultados obtidos pela ciência e pelos criadores para a evolução desses animais no decorrer dos 70 anos e os desafios que ainda devem ser enfrentados.


“A evolução do Canchim, desenvolvido na Embrapa, foi possibilitada pela incorporação contínua de tecnologias, o que fortaleceu suas características naturais. A busca de conhecimento e novas ferramentas têm contribuído para ajudar na tomada de decisões dos pecuaristas para ter animais cada vez melhores”, destaca Cintia.

Para o criador Emílio Gouvêa, da Canchim Mangalba, atualmente a raça está em um estágio superior de desenvolvimento.

“Hoje, estamos falando do Canchim 5.0. Ele é um animal com umbigo corrigido, qualidade de pelo, aprumos, pigmentação forte, predominância mocha, mucosa mais escura, dócil, com qualidade de carcaça e carne”, conta Gouvêa.

Um levantamento de 2021 estimou 28 rebanhos da raça Canchim no país em criatórios de raça pura registrados de 10 estados – Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia e São Paulo.

Os animais são reconhecidos por seu ganho de peso, musculosidade, bom rendimento de carcaça e qualidade da carne. Além disso, respondem muito bem na monta natural, apresentando boa libido e capacidade de monta em condições de campo.

VEJA TAMBÉM | Canchim e ILMA fecham mais uma prova de desempenho

As vacas Canchim são boas mães, não apresentam dificuldade de parto e desmamam bezerros com aproximadamente uma arroba a mais que um bezerro comercial.

A raça foi desenvolvida na Fazenda Canchim, hoje sede da Embrapa Pecuária Sudeste. O centro de pesquisa continua investindo em trabalhos para melhoria do Canchim, envolvendo resistência a parasitas, temperamento, emissão de metano, eficiência alimentar, qualidade da carcaça e da carne, com uso de ultrassonografia de carcaça do animal e medidas de conforto térmico em sistema de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) associadas à reprodução, bem como em estudos em parceria com a Associação Brasileira de Criadores de Canchim (ABCCAN) e a ILMA Agropecuária.

Cintia Marcondes observa que o papel da Embrapa é realizar essa pesquisa aplicada. “Levar um diferencial para quem está no campo conseguir ter os avanços esperados para a pecuária nacional”, fala.

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

DBO, há mais de 40 anos acompanhando e contribuindo para uma pecuária cada vez mais moderna e eficiente.

Gostou? Compartilhe:
Mais conteúdo

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Raças

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Revista DBO

Destaques

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Cooperativas ‘abrem alas’ para o boi

Gigantes da agricultura e da produção leiteira começam a ver o gado de corte como importante parceiro de suas atividades-mãe e lançam programas específicos para pecuaristas.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.


Faça já sua assinatura digital da DBO


Leia todo o conteúdo da DBO a partir de R$16,90 por mês.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Vídeo

Os destaques no vídeo da Edição:

Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.
Os benefícios de cada estabelecimento é liberado apenas para membros com assinatura válida.

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Destaques do Dia

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Programas

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: