Boi gordo: tendência de baixa na arroba deve persistir nas próximas semanas

A transição do período água-seca está intensificando a necessidade de diminuir a pressão de pastejo no Centro-Norte, refletindo em outras praças, ressalta Felipe Fabbri, da Scot

Continue depois da publicidade

Com a boa oferta de bovinos e a maior necessidade de negociação pela ponta vendedora, a pressão de baixa nos preços da arroba deverá persistir nas próximas semanas, prevê o zootecnista Felipe Fabbri, analista a Scot Consultoria.

Segundo ele, a chegada do período seco está reduzindo significativamente o volume de capim, enfraquecendo o poder dos pecuaristas nas negociações.


“A transição do período água-seca está intensificando a necessidade de diminuir a pressão de pastejo no Centro-Norte, refletindo em outras praças”, ressalta Fabbri.

Além disso, no mercado interno, aumentou o descompasso entre a oferta de carne e a demanda, acrescenta ele.

VEJA TAMBÉM | Pecuária brasileira: “Turbulência no pasto, sucesso no porto”, atesta Agrifatto

Com isso, segundo apurou a Scot, a cotação do boi gordo destinado ao mercado interno paulista registrou queda de R$ 3/@ nesta sexta-feira (24/5), atingindo R$ 222/@.

Os preços da vaca e novilha gordas seguem em R$ 203/@ e R$ 213/@ no mercado de São Paulo, respectivamente (preços brutos e a prazo). O “boi-China” (base SP) está apregoado em R$ 227/@, com ágio de R$ 5/@ sobre o valor do animal “comum”, de acordo com os dados da Scot.

Na avaliação da S&P Global Commodity Insight, com escalas de abate bem definidas e prolongadas, as indústrias frigoríficas brasileiras têm demonstrado pouca urgência em realizar novas aquisições de boiadas gordas.

“Essa postura, alinhada à lentidão típica da segunda metade do mês, contribui para um ritmo mais lento nas negociações, afetando a estabilidade dos preços”, observa a consultoria.

No atacado, continua a S&P Global, a situação é igualmente instável, com pouca definição nos preços dos cortes bovinos e uma demanda que não apresenta sinais de recuperação significativa.

“As ofertas de carne com osso estão em evolução, mas a procura permanece abaixo do esperado, refletindo a cautela dos compradores, preocupados com o acúmulo de estoques”, relatam os analistas S&P Global.

Segundo a Agrifatto, para este final de semana, a previsão climática indica a chegada de uma frente fria em vários Estados brasileiros.

“A queda das temperaturas prejudica ainda mais as pastagens já desgastadas, ampliando a pressão de baixa sobre os valores da arroba”, observa a consultoria.

Nesse cenário, continua a Agrifatto, a tendência de aumento de oferta e baixa dos preços no mercado físico pode perdurar por várias semanas, exatamente nesse período de transição entre a safra e a entressafra.

Contudo, dizem os analistas da Agrifatto, um movimento de ligeira recuperação nos preços da arroba pode ter início a partir da segunda quinzena de julho ou primeira de agosto, quando as ofertas de boiadas gordas tendem a diminuir de maneira drástica.

Exportações

Os embarques de carne bovina in natura seguem firmes e, até a terceira semana de maio/24, a média diária exportada (10,7 mil toneladas) está 39,7% acima da média diária registrada em maio/23.

Mercado Pecuário | Exportações recordes de carne bovina serão suficientes para reverter pressão sobre arroba do boi?

Entre janeiro a abril/24, o Brasil exportou 735 mil toneladas de carne bovina in natura, um acréscimo de 41,1% sobre volume obtido no período em 2023.

Porém, “há de se destacar os efeitos do embargo à exportação para a China no ano passado”, diz Fabbri, referindo-se ao bloqueio temporário dos embarques brasileiros ocasionado pelo registro de um caso atípico de “vaca louca” no País.

Preços dos animais terminados apurados pela Agrifatto na sexta-feira (24/5):

São Paulo — O “boi comum” vale R$215,00 a arroba. O “boi China”, R$230,00. Média de R$222,50. Vaca a R$200,00. Novilha a R$210,00. Escalas de abates de catorze dias;

Minas Gerais — O “boi comum” vale R$195,00 a arroba. O “boi China”, R$205,00. Média de R$200,00. Vaca a R$180,00. Novilha a R$190,00. Escalas de abate de catorze dias;

Mato Grosso do Sul — O “boi comum” vale R$210,00 a arroba. O “boi China”, R$220,00. Média de R$215,00. Vaca a R$190,00. Novilha a R$200,00. Escalas de abate de onze dias;

Mato Grosso — O “boi comum” vale R$200,00 a arroba. O “boi China”, R$210,00. Média de R$205,00. Vaca a R$185,00. Novilha a R$195,00. Escalas de abate de catorze dias;

Tocantins — O “boi comum” vale R$195,00 a arroba. O “boi China”, R$205,00. Média de R$200,00. Vaca a R$175,00. Novilha a R$180,00. Escalas de abate de quinze dias;

Pará — O “boi comum” vale R$195,00 a arroba. O “boi China”, R$205,00. Média de R$200,00. Vaca a R$175,00. Novilha a R$180,00. Escalas de abate de quinze dias;

Goiás — O “boi comum” vale R$195,00 a arroba. O “boi China/Europa”, R$205,00. Média de R$200,00. Vaca a R$180,00. Novilha a R$190,00. Escalas de abate de catorze dias;

Rondônia — O boi vale R$185,00 a arroba. Vaca a R$170,00. Novilha a R$175,00. Escalas de abate de catorze dias;

Maranhão — O boi vale R$200,00 por arroba. Vaca a R$175,00. Novilha a R$175,00. Escalas de abate de doze dias;

Paraná — O boi vale R$215,00 por arroba. Vaca a R$190,00. Novilha a R$200,00. Escalas de abate de onze dias.

 

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

clima tempo

São Paulo - SP

max

Máx.

--

min

Min.

--

017-rain

--

Chuva

008-windy

--

Vento

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Pular para o conteúdo