Anota a placa: novo recorde no abate de bovinos em abril em Mato Grosso

A quantidade de fêmeas levadas ao gancho no mês passado também atingiu volume histórico, informa a Agrifatto

Continue depois da publicidade

O abate de bovinos em Mato Grosso atingiu 619,68 mil cabeças em abril/24, 7,84% acima do registrado em março/24 (574,60 mil) e 37,84% superior ao observado em abril/23 (449,56 mil), informa a Agrifatto, com base nos dados divulgados pelo Instituto de Defesa Agropecuária (Indea-MT).

Trata-se de um novo recorde mensal, superando o anterior atingido em janeiro/24, ressalta a Agrifatto.

No entanto, diz a consultoria, como abril/24 registrou 22 dias úteis, 2 dias a mais que março/24, era de se esperar uma expansão no volume total de bovinos abatidos no mês passado.


Porém, continuam os analistas, quando se analisa a média diária de bovinos abatidos no Estado, nota-se que houve, em abril/24, a segunda queda mensal consecutiva, com uma média diária de 28,16 mil cabeças, 1,96% abaixo do registrado em março/24.

“Quando se compara a evolução anual da média diária de abate no estado mato-grossense, tem-se um crescimento de 13%, o menor avanço anual desde janeiro/23”, relata a Agrifatto.

Portanto, observam os analistas, já é válido questionar se a oferta de bovinos ao abate já estaria atingindo seu valor máximo no Mato Grosso e agora caminha de maneira cada vez mais clara para uma estabilidade?

“Vale ficar atento aos dados dos próximos meses, pois, se eles demonstrarem uma estabilidade, provavelmente teremos passado pelo pico de oferta do ciclo pecuário mato-grossense”, recomenda a Agrifatto.

VEJA TAMBÉM | Milho cai em MT e eleva a relação de troca com boi gordo para melhor patamar desde 2019

Volume histórico de fêmeas – A quantidade de fêmeas abatidas em abril/24 também foi recorde, com 343,83 mil fêmeas abatidas, resultando na maior participação de fêmeas sobre o abate total para um mês de abril da história, de 55,5%

“A liquidação de fêmeas continuará ocorrendo, porém, a redução na velocidade de expansão anual dá sinais de que o topo da oferta já pode ter sido atingido”, reforça a Agrifatto.

No acumulado de janeiro a abril, o Mato Grosso abateu 2,39 milhões de cabeças, 32,62% acima do registrado no mesmo período de 2023 – rompeu o recorde de 2013 em mais de 23%, informa a consultoria.

As fêmeas atingiram uma participação de 54,21% no acumulado de 2024, o maior nível da história para o primeiro quadrimestre do ano, acrescenta.

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

clima tempo

São Paulo - SP

max

Máx.

--

min

Min.

--

017-rain

--

Chuva

008-windy

--

Vento

Continue depois da publicidade

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Leilões em destaque

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Pular para o conteúdo