Agrifatto: “Produtividade da pecuária de corte evoluiu em vários aspectos”

SP deteve o título de carcaça mais pesada do Brasil em 2023, com média de 18,5 @/cab., enquanto no RS os bovinos são abatidos gerando em média 15,5 @/cab.

Continue depois da publicidade

Nesta semana, a Agrifatto, com escritório na capital paulista, divulgou um relatório especial sobre a produtividade da pecuária de corte brasileira.

Segundo a consultoria, “muito se discute sobre este tema hoje no Brasil, principalmente quando se observa a “disparidade da aplicação das tecnologias dentro das propriedades rurais brasileiras”.


No material apresentado, a Agrifatto apontou a evolução dos principais gargalos tecnológicos da pecuária brasileira nas últimas décadas.

Para facilitar o entendimento ao leitor, a consultoria colheu e analisou dados considerando três aspectos distintos: produtividade em “peso de carcaça”, em “idade ao abate” e, por fim, em “ocupação de área”.

O Portal DBO apresenta aqui o primeiro item (peso de carcaça) do trabalho – os demais serão abordados em textos separados.

Antes disso, antecipamos aqui a conclusão final sobre este precioso trabalho de levantamento de dados de produtividade realizado pelo economista Yago Travagini (foto) e demais consultores da equipe da Agrifatto:

Foto: Reprodução / Facebook

“Nos últimos 20 anos, a pecuária de corte brasileira evolui nos mais diversos aspectos de produtividade. Afinal, estamos produzindo mais carne bovina por animal, por hectare, por rebanho e abatendo animais mais jovens. Tudo isso tem resultado em ganhos estruturais para a economia brasileira, que vê as exportações baterem recorde de faturamento e volume nos últimos anos. Obviamente, há muito espaço para melhorias, mas ao pecuarista tem sido necessário aumentar a produtividade e a diluição de custos, tendo em vista sua perpetuidade na atividade.  Conclusão: além de ter se tornado mais produtivo, a pecuária brasileira conseguiu gerar mais riqueza e rentabilidade para em menos hectares de pasto”.

PESO DE CARCAÇA

O primeiro ponto destacado pela Agrifatto é a evolução da produtividade em peso de carcaça dos bovinos abatidos no Brasil nos últimos anos. Em 2023, estima-se que a pecuária brasileira tenha gerado, em média, 17,5 arrobas de carcaça por cabeça, um aumento de 10,74% frente o valor de 2013 (15,8 @/cab.) e de 14,13% sobre o patamar de 2003 (15,4 @/cab.).

“Cabe a ressalva de que o peso máximo das carcaças bovinas brasileiras foi atingido em 2021 (17,9 @/cab) e, desde então, tem recuado devido principalmente ao aumento da participação das fêmeas nos abates entre 2022 e 2023”, observa a Agrifatto.

Apesar da evolução dos últimos anos, continua a consultoria, a disparidade no desempenho das carcaças dos bovinos brasileiros é grande e fica evidente quando se compara os números por Estados (principais produtores).

São Paulo deteve o título de carcaça mais pesada do Brasil em 2023, com média de 18,5 @/cab., enquanto no Rio Grande do Sul os bovinos são abatidos gerando em média 15,5 @/cab., uma diferença de 19%.

VEJA TAMBÉM | Baixa na reposição: “Quanto mais pesada, menor é o preço de negociação”, diz Agrifatto

Tal discrepância, justifica a Agrifatto, pode ser explicada pela variação no perfil de produção no Sul do País, que prioriza um animal mais jovem (mais de 40% dos bovinos abatidos localmente têm menos de 24 meses) e, consequentemente, mais leve.

Foto: Eduardo Rocha

Apesar de São Paulo ser o Estado com a carcaça mais pesada do Brasil, não foi onde se observou a maior evolução nos últimos 15 anos (2008 a 2023). No quesito, o destaque principal vai para as carcaças do Tocantins, que saíram de um peso médio de 14,2 @/cab. em 2008 para 17,6 @/cab. em 2023, evoluindo 24% nos últimos 15 anos. “Tal crescimento faz sentido, afinal de contas, onde há maior defasagem, há maior potencial de melhora”, diz o relatório.

Por sua vez, na ponta de menor evolução no peso das carcaças encontra-se também o Rio Grande do Sul, que registrou um crescimento de apenas 3,8%, saindo de 14,9 @/cab. em 2008 para 15,5 @/cab. em 2023. “Novamente, a dinâmica da produção gaúcha interfere nesse comportamento, além de uma pecuária mais tradicional e consolidada em animais de raça europeia”.

Veja os demais dados de evolução da produtividade na atividade pecuária em publicações posteriores neste Portal DBO 

Gostou? Compartilhe:
Destaques de hoje no Portal DBO

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

clima tempo

São Paulo - SP

max

Máx.

--

min

Min.

--

017-rain

--

Chuva

008-windy

--

Vento

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Colunas e Artigos

Continue depois da publicidade

Continue depois da publicidade

Newsletter

Newsletter

Jornal de Leilões

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Continue depois da publicidade

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Vaca - 30 dias

Boi Gordo - 30 dias

Fonte: Scot Consultoria

Continue depois da publicidade

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Pular para o conteúdo